Abimci lança guia orientativo sobre uso do compensado plastificado

A Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci) acaba de lançar o Guia Orientativo para classificação e uso de chapas de compensado plastificado. O documento, elaborado pelo Comitê de Compensado Plastificado da entidade, apresenta informações técnicas e sugestão de parâmetros mínimos para produção do item. O principal objetivo é informar o consumidor sobre estas características e estimular a padronização e consequente qualidade do produto.

O material é uma demanda do próprio mercado por padronização de nomenclaturas e orientações técnicas e conta com o apoio das indústrias fabricantes associadas da Abimci. O guia, que possibilita a consulta rápida e compreensão simplificada, será enviado a construtoras, revendas de materiais de construção e sindicatos das indústrias da construção civil. No guia é possível encontrar, além das características técnicas de cada classe de produtos, informações sobre a quantidade mínima de reutilizações das chapas, dimensões usuais e tolerâncias nas espessuras. Há também recomendações quanto à armazenagem, corte e preparo das chapas, concretagem, limpeza, desmontagem e desforma.

De

acordo com o coordenador do Comitê, Walter Reichert, entre os principais problemas enfrentados pelo segmento estão o desnivelamento técnico, a falta de padronização, a desagregação da cadeia produtiva e o isolamento das empresas. Pelo levantamento feito pela Abimci, atualmente estão em atuação 40 indústrias de compensado plastificado que juntas produzem 36 mil m³ mensais. “O

setor produtivo precisa fornecer ao mercado consumidor uma padronização de seus produtos e informações técnicas mais detalhadas”, afirma Reichert.

O objetivo da Associação – que também é a entidade nacional gestora do CB-31 (Comitê Brasileiro de Madeira da ABNT, a Associação Brasileira de Normas Técnicas) – é que o comprometimento com a melhoria da qualidade gere mais competitividade, oriente os consumidores, abra novos mercados, estabeleça uma concorrência justa e agregue valor às marcas.

Além

de uma tiragem impressa que será distribuída, o guia em breve poderá ser consultado também no site da Abimci www.abimci.com.br.

Fonte: karla

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.