Ficar muito tempo sentado pode ser prejudicial à saúde

A rotina exige que muitos profissionais passem boa parte do seu dia sentados. Caminhoneiros, executivos e jornalistas são alguns exemplos de pessoas que fazem pouco ou nenhum exercício durante o horário comercial. Segundo Fabiano Sandrini, responsável médico e endocrinologista do Laboratório Alvaro, este é um hábito que pode ser fatal para a saúde. “Em estudos recentes, especialistas canadenses descobriram que a permanência em uma mesma posição durante muitas horas pode acarretar em doenças cardíacas, diabetes, câncer e até levar à morte”, alerta.

De acordo com o World Health Organization, órgão de saúde vinculado às Nações Unidas, 3.2 milhões de pessoas morrem por dia em decorrência do sedentarismo. O estudo também apontou que pessoas que ultrapassam oito horas sentadas por dia tem 90% a mais de chances de desenvolver diabetes tipo 2 e câncer de mama, cólon, útero e ovário. Em contrapartida, aqueles que passam menos horas sentados têm 14% menos chances de desenvolverem doenças relacionadas.

O PhD em Endocrinologia lembra, ainda, que pessoas que estão acostumadas à prática de exercícios têm vantagens sobre as sedentárias. “Passar muitas horas sentado pode ser o ponto de partida para doenças mais sérias. Quando estamos em pé, alguns músculos do nosso corpo trabalham para nos manter. Por outro lado, quando estamos sentados, nosso metabolismo não funciona da mesma forma e essa inatividade está associada a efeitos negativos em nosso organismo”, explica.

Além disso, Sandrini alerta que atividades como dirigir, usar o computador ou assistir à televisão não deveriam comprometer mais que quatro horas por dia da vida das pessoas, e afirma que mesmo idas esporádicas à academia não são suficientes. “Muitas vezes dizemos que não somos sedentários porque vamos uma vez por semana, durante uma hora, à academia. Este tempo ainda é muito pouco. Temos que pensar em fortalecer nossos músculos e fazer exercícios durante o nosso dia”, atenta.

O médico sugere alguns cuidados que podem ser fundamentais na prevenção das doenças causadas pelo sedentarismo. “Subir escadas, fazer alongamentos, carregar as compras ao invés de usar o carrinho do mercado são algumas delas”, elenca. O especialista também reforça que fazer intervalos regulares de um a três minutos a cada meia hora, assistir à televisão fazendo exercícios e reduzir gradualmente o tempo sentado pode ser o início de uma vida mais saudável.

Sobre o Laboratório Alvaro

Com 46 anos de atuação o Laboratório Alvaro é referência no segmento de exames laboratoriais na região Oeste do Paraná, garantindo ampla cobertura em Cascavel e Foz do Iguaçu, com 14 unidades de atendimento. O Alvaro também é referência nacional em apoio diagnóstico para cerca de cinco mil laboratórios em todo o país. Possui mais de 600 colaboradores e oferece mais de 1,7 mil tipos de exames de análises clínicas. Mais informações no site www.laboratorioalvaro.com.br .

Fonte: karin

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.