Oftalmologista para cães e gatos, eles também precisam

Com o avanço da idade, cães e gatos também sofrem com os males causados pelo tempo. Isso se reflete em problemas de visão, de olfato, coração, entre outros. Por essa razão, centros médicos veterinários de todo o país têm registrado grande aumento na procura por consultas de especialistas voltados a saúde animal. Grande parte deste crescimento se dá pelo fato de os animais estarem vivendo mais e, também, pelo aumento da preocupação de seus donos em manter a boa saúde dos pets.

“Problemas oftalmológicos são comuns em animais com mais idade e de determinadas raças. Cães da raça Lhasa Apso e gatos Persa são um exemplo. Pois eles demandam cuidados simples como a tosa correta dos pelos, mas muitos donos se esquecem de atentar a esse detalhe”, declara a Letícia Séra Castanho, médica veterinária do Hospital Veterinário Batel.

Para garantir a boa saúde do pet, recomenda-se levá-lo para consultas com o veterinário regularmente, pelo menos, uma vez a cada 12 meses. Dessa forma, é possível identificar agentes e quadros que possam comprometer a saúde do animal. “Há certos sinais que os donos devem ficar atentos como a mudança repentina de comportamento, por exemplo. Já que outros pontos clínicos somente o especialista pode aferir com exatidão”, acrescenta Castanho.

É comum que os próprios donos identifiquem sinais claros quando seu pet está com algum problema. No entanto, muitas vezes quando isso acontece é porque o quadro clínico da enfermidade já está avançado, o que pode comprometer a saúde do animal.

PRINCIPAIS SINTOMAS

Para identificar se o cão ou gato está com algum problema oftalmológico, é importante estar atento a qualquer mudança de comportamento como olhos fechados, piscar excessivo, alteração de tamanho ou cor dos olhos, esbarrões acidentais, alteração do humor, coceira nos olhos, secreções ou vermelhidão.

COMO PREVENIR

Para prevenir seu pet de problemas oftalmológicos é importante evitar hábitos simples como o uso de shampoo inadequado para o animal, vento excessivo direto nos olhos, pelos nos olhos sem tosa adequada, e medicação sem prescrição médica.

Contudo, é importante estar atento aos mínimos detalhes e, havendo suspeita, levar o animal imediatamente ao veterinário. Pois problemas com a visão ainda podem indicar outras doenças como diabetes, toxoplasmose, entre outras. A prevenção é a melhor maneira de evitar qualquer problema com o pet.

SOBRE O HOSPITAL VETERINÁRIO BATEL

O Hospital Veterinário Batel, além de investir constantemente em tecnologia, também possui especialidades como Ortopedia, Odontologia, Dermatologia, Oftalmologia, Medicina para Felinos, Endocrinologia, Cardiologia, e um completo Centro de diagnóstico com radiologia digital e ecodoppler colorido. Focado não somente no tratamento como também na prevenção, o Hospital conta com um moderno centro de imunização e oferece aos pacientes um programa especial visando à detecção de doenças precocemente.

O HVB está localizado na Rua Bruno Filgueira, 501, no bairro Batel, em Curitiba, Paraná. Informações pelo telefone 41 3039-6644 e pelo site www.hvbatel.com.br.

Serviço:
Hospital Veterinário Batel
Rua Bruno Filgueira, 501, Batel, Curitiba-PR
www.hvbatel.com.br
(41) 3039-6644
Atendimento 24h

[wzslider]

Cães e gatos também precisam ir ao oftalmologista Crédito: Divulgação
Cães e gatos também precisam ir ao oftalmologista
Crédito: Divulgação
Para evitar problemas nos olhos dos pets é importante estar a atendo à higiene do animal e tosas corretas dos pelos Crédito: Divulgação
Para evitar problemas nos olhos dos pets é importante estar a atendo à higiene do animal e tosas corretas dos pelos
Crédito: Divulgação

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.