Sucessão empresarial: Não deixe a sua empresa “sem cabeça” no mercado

Sucessão sempre foi um tema bastante polêmico em todas as empresas, sejam pequenas, médias, grandes, familiares ou não, e até mesmo em estatais gigantes como no recente caso da Petrobras – em que a falta de planejamento deixou a companhia sem um comando após a Presidente, Graça Foster, deixar o seu cargo mesmo sem uma sucessora imediata.

Para evitar que ocorra situações como esta, é importante que as empresas tomem precauções sérias e sejam profissionais, até para evitar problemas judiciais ou mesmo dissoluções de empresas por disputa de membros societários.

Motivos destes problemas
De todos, os mais comuns são:
– falta de assessoria empresarial;
– má assessoria empresarial e jurídica;
– decisões tomadas pelo calor do momento sem análise de estatuto ou
– inexperiência administrativa

– falta de plano de sucessão claro

Todos estes percalços poderiam ser evitados se, quando da criação e ao longo do desenvolvimento da corporação, tudo estivesse dentro do estatuto. Se uma empresa tratar o tema apenas no momento da consumação da sucessão, ou seja, para tentar fechar um “buraco” causado pela ausência do presidente , o resultado geralmente é catastrófico.

Soluções desde cedo
Para evitar que uma empresa esteja sem um gestor, o ideal é que haja uma re-estruturação societária com um planejamento sucessório. E tudo precisa ser bem claro, como clareza na tributação, nas heranças (em empresas familiares) e patrimônio.

É preciso ter tudo, desde sempre, descrito no contrato social documento em que deve constar detalhes sobre herdeiros, diretores, administradores com capacidade técnica e profissional para cada cargo dentro da empresa.

Profissionalizar a companhia com técnicos para cargos estratégicos é ouro detalhe fundamental., além de manter consultores especializados para que a empresa não esteja “sem cabeça”.

Eduardo Valério, diretor-presidente da JValério, associada à Fundação Dom Cabral, explica que o melhor é estar com tudo preparado desde o início.

“Para cada função há pré-requisitos e qualificações sobre as quais os postulantes deverão ser avaliados. Não é recomendado deixar estas determinações em aberto, para um momento de transição. Tudo precisa estar no contrato social”.

Sobre a JValério
A JValério é uma consultoria associada à Fundação Dom Cabral (FDC), escola de negócios especializada no desenvolvimento de executivos e empresas. A missão da JValério é contribuir para o desenvolvimento das empresas, dos executivos e das pessoas e ser a primeira opção nas soluções empresariais para clientes e parceiros. A JValério busca um crescimento sustentável e atua em vários segmentos, com empresas com as mais diversas características.

JValério – Gestão da Empresa Familiar
Rua Ubaldino do Amaral, 856 – Centro
Telefone: (41) 3243-7159
Site: http://www.jvalerio.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/jvalerio.fdc
Fonte: Assessoria de Imprensa kakoi Comunicação

Fonte: Kakoi

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.