Badminton encaminha projeto para captação de recursos da Lei de Incentivo ao Esporte

Nesta semana o Badminton de Toledo encaminhou ao Ministério do Esporte, o projeto para captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Na quinta-feira (10) o prefeito Beto Lunitti, o técnico da modalidade, Valdecir Anacleto e a secretária de Esportes e Lazer, Marli Gonçalves Costa assinaram o documento oficial. A expectativa é arrecadar recursos para a qualificação e ampliação do projeto da modalidade em Toledo.
O próximo passo é a aprovação do projeto pela Lei de Incentivo ao Esporte Nº 11.438/2006. Caso a resposta seja positiva, a Associação Amigos Badminton Toledo (AABT) em parceria com o projeto da modalidade da Ação Social São Vicente de Paulo (ASSVP) ficará autorizada a captar recursos de pessoas jurídicas, tributadas com base no lucro real, ou de pessoas físicas, podendo estas deduzir os valores do Imposto de Renda (IR) devido em até 1% ou 6%, respectivamente. O projeto do Badminton prevê R$ 818 mil e a modalidade deve captar ao menos 20% deste valor.
A equipe toledana é a melhor do estado e está entre as melhores do país. A assinatura do projeto aconteceu durante a recepção do prefeito aos atletas da modalidade que foram medalhistas, na última semana, nos Jogos Escolares da Juventude, em Fortaleza. Foram cinco medalhas, sendo duas de ouro. Além disso, em julho, o município sediou o Campeonato Nacional de Badminton e Parabadminton.
O técnico, Valdecir Anacleto, destacou a expectativa. “Já estamos tentando isso há cinco anos e agora, com o apoio da Prefeitura para a elaboração do projeto, esperamos conseguir esses recursos. É muito importante porque não tem como formar atletas sem dinheiro, e com isso conseguimos dar suporte desde a base até o rendimento”, explicou.
Para a secretária de Esportes e Lazer, Marli Gonçalves Costa, a aprovação do projeto garantirá melhores condições para o crescimento da modalidade no município. “Em Toledo valorizamos todas as modalidades e o Badminton é um exemplo. Pensando nisso, criamos um departamento na SMEL para a elaboração de projetos, a fim de assegurar que todas as modalidades interessadas tenham essa oportunidade. Este ano já conseguimos a aprovação do projeto do Vôlei e esperamos conseguir do Badminton e de outras modalidades”, finalizou.
Badminton Toledo
O projeto de Badminton da Ação Social São Vicente de Paulo não tem fins lucrativos e desenvolve a modalidade em Toledo com o objetivo de manter crianças e jovens afastados da rua. O trabalho origina o TIME ASSVP TOLEDO BADMINTON, que já trouxe para o município diversos títulos em competições a nível estadual, nacional e internacional. 
(agencia@casadenoticias.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.