Cuide bem do seu coração

O dia 29 de setembro é conhecido mundialmente como o Dia do Coração. A data é notável pois voltamos a nossa atenção a um dos órgãos mais importante do nosso corpo. O cardiologista do Hospital Marcelino Champagnat, André Bernardi listou 5 dicas para mantermos o coração saudável;
Movimente o seu corpo
Cerca de 30 minutos de atividades física diariamente ajudam a prevenir doenças cardiovasculares. Atividades aeróbicas como alongamento, pilates, caminhadas, exercícios de flexibilidade e funcionais, realizados 5 vezes por semana, são ótimos aliados para manter o condicionamento cardiorrespiratório.
Mantenha uma dieta saudável
Alcançar e manter o peso corporal ideal, limitando o consumo de alimentos ricos em calorias e pobres nutricionalmente, incluindo aqueles ricos em açúcar, como refrigerantes e doces, são atitudes simples que trazem grandes benefícios ao coração. Uma dieta balanceada e colorida evita o diabetes e colesterol alto.
Abandone o cigarro!
Já não é novidade que o cigarro é um grande inimigo do nosso corpo. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que o consumo de derivados do tabaco causa cerca de 50 tipos de doença, principalmente as cardiovasculares. O tabagismo também diminui o colesterol bom, mesmo nas pessoas jovens.
Conheça suas gorduras e seu açúcar – Colesterol e diabetes
Procure seu médico e realize os exames laboratoriais de rotina. Conhecendo seu organismo você poderá entender melhor sua saúde e prevenir doenças futuras. Males como Hipertensão, Diabetes e Colesterol alto podem ser tratados mais eficientemente ou até mesmo evitados quando fazemos o acompanhamento médico desde jovens. 
Controle a sua pressão arterial
Segundo a Organização Mundial da Saúde, a hipertensão é responsável pela morte de 9,4 milhões de pessoas por ano, em todo o mundo. Além disso, 80% dos derrames, 40% dos infartos, e 25% dos casos de insuficiência renal terminal estão relacionados à hipertensão. O grande problema da hipertensão é justamente o fato de se tratar de uma doença silenciosa. Muitas vezes as pessoas descobrem que são hipertensas ao apresentarem complicações como derrame e infarto. Em situações mais raras, a hipertensão pode apresentar sintomas, mas apenas quando os níveis de pressão estão muito elevados, conhecidas como crises hipertensivas. (s.priscila@grupomarista.org.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.