Curitiba respira moda neste sábado

Depois de três dias de debates, palestras, exposições, networking e lançamento de mais de 23 livros, o Colóquio de Moda encerra sua 11a edição neste sábado, 5 de setembro, em Curitiba. A partir das 10h, a primeira mesa-redonda do dia, com o tema “Design de Moda: Geração Inovadora”, é mediada pela designer e professora Mônica Moura, com a participação dos estilistas João Pimenta e Fernanda Yamamoto.

Paralelamente, o professor e especialista em História da Moda, João Braga, ministra a mesa temática “Democratização da Moda e o Mercado de Luxo no Brasil”, debatida com o consultor de negócios Carlos Ferreirinha e com o professor Luis Tadeu Dix.

O encerramento do evento, às 19h, é marcado pela conferência internacional “Moda e Saúde: a Relação Entre Roupa e Corpo”, com a designer italiana Nanni Strada, famosa por suas vertentes minimalistas, ligadas ao desenho industrial, e por seu costume de ir contra as tendências do mercado.

Organizado pelo curso de Design da Escola de Comunicação e Negócios da Universidade Positivo, em parceria com a Associação Brasileira de Estudos e Pesquisa em Moda (ABEPEM), o 11° Colóquio de Moda teve início na quarta-feira, 2, e encerra neste sábado. O evento promove o encontro acadêmico de estudiosos e profissionais do universo da moda. Entre os conferencistas estão intelectuais e referências do mercado internacional da moda e do design, como Alison Gwilt, Christopher Breward e Susana Saulquin. Inscrições e mais informações estão no site do Colóquio: www.coloquiomoda.com.br.

Quem é quem

Mônica Moura leciona nos cursos de graduação e pós-graduação na Universidade Estadual Paulista nas áreas de Design Gráfico e Design de Produto. Formada em Design, Artes Visuais e licenciada em Artes, fez mestrado e doutorado em Comunicação e Semiótica, além de um pós-doutorado em Design. Seus principais temas de pesquisa são teoria do design, tecnologia e mídias digitais e design contemporâneo. É curadora e editora do blog Design Contemporâneo.

Fernanda Yamamoto inaugurou sua marca de roupas em 2007. Formada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo e recebedora de honras em Moda pela Parsons School em Nova York, a paulista desfila na SPFW há cinco anos e desde o ano passado é uma das representantes brasileiras na Bienal Ibero-americana de Design. Ano passado foi a vencedora do Prêmio Design Museu da Casa Brasileira na categoria têxtil.

Considerado um dos maiores estilistas do Brasil, João Pimenta ascendeu no mercado da moda de forma categórica, desde seu início como funcionário de lojas, passando por um período em que desenhava figurinos para comerciais de TV, até que finalmente lançou sua marca de roupas femininas. Hoje foca seus projetos na moda masculina e na costura sob medida. No ano passado assumiu o posto de diretor criativo da marca West Coast. A primeira mostra da parceria foi no desfile de outono-inverno de 2014 da São Paulo Fashion Week.

Um dos principais e mais requisitados consultores da América Latina, Carlos Ferreirinha é formado em Administração de Empresas e atua nas áreas de marketing, vendas e comunicação. Foi presidente da Louis Vuitton para a América Latina no Brasil por 12 anos e diretor de marketing no Brasil da Eletronic Data Systems. Em 2001, fundou a MCF consultoria. Entre seus clientes estão marcas como Swarovski, Tiffany, Nextel e Samsung.

João Braga é formado em Artes Plásticas e Educação Artística, pós-graduado em História de Indumentária, mestre em História da Ciência, e é especialista em História da Moda pela Escola de Moda de Paris. Autor de “Um Século de Moda”, “História da Moda no Brasil” e “Cultura e Elegância”, já ministrou diversos cursos sobre a história e o mercado da moda.

Luis Tadeu Dix, mestre em comunicação, é consultor e professor, diretor da LTD Serviços para Manter Clientes. Ministra módulos de Negócios da Moda no SENAC-SP e São José dos Campos e
é consultor de empresas ligadas ao mercado da moda. Já trabalhou como gerente de produtos e gerente de planejamento de comunicação em empresas de setores variados.

Nanni Strada ficou conhecida pelo conceito inovador ao desenhar sandálias para a marca Fiorucci e por ser a vencedora, em 1976, do prêmio Compasso d ́Oro, maior reconhecimento internacional para projeto, produto e pesquisa no mundo do design. Sua proposta, intitulada “Abito Politobolare”, veio a ser a primeira roupa sem costuras do mundo. Em 1986, a italiana se destaca novamente ao desenvolver o vestido “torchon”, que ficou conhecido como “traje de viagem”, de tecido enrugado, fácil de ser comprimido e dobrado para transporte.


Sobre a Universidade Positivo – A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 54 cursos de Graduação (30 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 24 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. Em Curitiba, a UP conta com três campus: Ecoville, que ocupa uma área de 424,8 mil metros quadrados, Praça Osório, no centro da cidade, e Mercês – Catarina Labouré, este último dedicado ao curso de Enfermagem. Lançou, em 2013, seu programa de Educação à Distância, com dezenas de polos em todo o país. Segundo as avaliações do Ministério da Educação, é considerada uma das dez melhores universidades privadas do Brasil. (centralpress@presskit.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.