O que causa mortalidade nas empresas familiares

Muitos pensam que uma empresa familiar tem mais chances de dar certo e ir mais longe no mundo dos negócios. Mas nem sempre é assim e o número de empreendimentos com laços de família que acaba não vingando é considerável e preocupante.


Os dados levantados pela JValério, empresa associada à Fundação Dom Cabral, mostram que 65% das empresas não consegue superar a transição para a segunda geração. Mas quais são os motivos dessa mortalidade tão rápida?


Eduardo Valério, diretor-presidente da JValério, explica que os dados servem como um termômetro de como grande parte das empresas pensam apenas no agora. “Essas empresas que não progridem atuam com muitos detalhes equivocados e esses fatores formam uma bola de neve” percebe Eduardo Valério.


Dentre todos os detalhes observados por Eduardo Valério estão:
– Falta de preparação de sucessores;
– Apego ao poder;
– Insegurança do fundador quanto a competência das novas gerações;
– Desinteresse das novas gerações pelo negócio e
– Falta de comprometimento com o legado da família por parte dos sucessores.


A solução, na visão de Eduardo Valério, é adotar de uma vez um sistema de governança corporativa bem definida como chave para  manutenção das empresas familiares.  O problema é que muitas empresas insistem em não adotar essa prática – o que justifica os 65% de empresas que morrem logo na segunda geração.


Mais do que negligência, o que acontece nestes casos é pura e simplesmente falta de informação por parte do fundador da empresa.  “Na maioria das vezes há desconhecimento sobre o tema e isso faz com que os fundadores resistam em procurar auxílio para o desenvolvimento de um processo estruturado de governança e sucessão” aponta Eduardo Valério.

Imagem: freestockphotos

Sobre Eduardo J. Valério

Eduardo J. Valério é graduado em graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Estratégia e Marketing pela Kellogg Business School e especialista em Governança Corporativa para Empresas Familiares pela Wharton Bussiness School, Pennsylvania. Eduardo é diretor-presidente da J. Valério Consultoria S/C Ltda, associada à Fundação Dom Cabral (FDC) para os estados do Paraná e Rondônia, e vice-Presidente da Federação Nacional das Associações dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (FENADVB).

Sobre a JValério
A JValério é uma consultoria associada à Fundação Dom Cabral (FDC), escola de negócios especializada no desenvolvimento de executivos e empresas. A missão da JValério é contribuir para o desenvolvimento das empresas, dos executivos e das pessoas e ser a primeira opção nas soluções empresariais para clientes e parceiros. A JValério busca um crescimento sustentável e atua em vários segmentos, com empresas com as mais diversas características.
JValério – Gestão da Empresa Familiar
Rua Ubaldino do Amaral, 856 – Centro
Telefone: (41) 3243-7159

Site: http://www.jvalerio.com.br/

Exibindo freestockphotos.jpg

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.