Outubro, mês da poupança

Se é “de grão em grão que a galinha enche o papo”, em ano de crise econômica cada moedinha faz diferença no fim do mês. Um dos investimentos mais tradicionais do País, a poupança figura como uma opção certeira, que pode até ser tímida na remuneração, mas é segura. 

De acordo com especialistas do Sicredi, a poupança não deve ser relevante apenas em momentos de crise. “Cultivar aquela ‘gordurinha’ é uma forma de garantir que momentos imprevisíveis, como a necessidade de uma reforma de emergência ou de compra de medicamentos, sejam contornados”, destaca o gerente de investimento da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adilson Felix de Sá.

Mais que um investimento, poupar deve se tornar um hábito, que precisa ser desenvolvido desde cedo. ” Os jovens devem investir na modalidade, seja para comprar o primeiro carro, fazer uma viagem ou aquele curso de pós-graduação. Portanto, poupar é investir no futuro”, analisa o gerente.

Mesmo assim, o brasileiro ainda não tem o costume de guardar dinheiro. De acordo com levantamento realizado em 2014 pela Federação Nacional da Previdência e Vida (FenaPrevi), 68% da população brasileira não reserva dinheiro para projetos pessoais ou situação de emergência.


Um pouco de história 

Desde 1924, no dia 31 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Poupança. Não só da caderneta, mas sim o ato de poupar, evitar gastos excessivos e investir. A data foi idealizada como uma forma de fomentar a importância de uma educação financeira, disciplina nos gastos e análise constante do futuro. “A poupança é um tema muito importante. Por isso, estamos sempre motivando nossos associados nesse sentido – todos os dias do ano”, destaca o presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ e da Sicredi Participações S.A., Manfred Dasenbrock. 

Ele lembra que a poupança é uma aplicação simples, com rendimento assegurado e várias vantagens. Entre elas, a isenção de Imposto de Renda e IOF (para pessoa física) e a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) – para depósitos de até R$ 250 mil por CPF. A modalidade também permite aplicações de pequenas quantias e os depósitos e saques podem ser feitos em qualquer dia do mês. Nos saques, o sistema calcula o resgate da data em que há maior ganho para o poupador. Além disso, os recursos captados são reinvestidos nas comunidades nas quais o Sicredi está presente e fomentam o desenvolvimento da economia local.

Poupedis 
Para estimular o hábito de poupar, o Sicredi criou os personagens Poupedis, mascotes da Poupança Sicredi. No portal poupedisicredi.com.br estão disponíveis informações sobre o produto, jogos educativos e um link para a página Poupar para chegar lá (www.pouparprachegarla.com.br). O simulador permite saber quanto a pessoa precisará poupar para realizar os seus sonhos. 
Outra iniciativa do Sicredi é a distribuição de cofrinhos com temas como viagem, educação, aposentadoria, entre outros. Os associados das cooperativas de crédito e investimento podem escolher a razão para poupar os seus recursos, tendo um objetivo definido. “Assim, a pessoa pode ter um foco específico, facilitando o alcance da meta”, finaliza Adilson.


Sobre o Sicredi 
O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa com mais de 113 anos de história, 3 milhões de associados e 1.366 pontos de atendimento, em 11 Estados* do País. Organizado em um sistema com padrão operacional único conta com 95 cooperativas de crédito filiadas, distribuídas em quatro Centrais Regionais – acionistas da Sicredi Participações S.A. – uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo que controla uma Corretora de Seguros, uma Administradora de Cartões e uma Administradora de Consórcios. 

Mais informações no site sicredi.com.br.

* Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Pará, Rondônia e Goiás.


Central Press


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.