Reeducação alimentar pode controlar índices de obesidade

Fabrício Spada, nutricionista e personal diet, comenta o assunto
A obesidade é uma doença caracterizada por aumento da gordura corporal, que pode desencadear diversos problemas de saúde e levar à morte precoce. E a reeducação alimentar, aliada a acompanhamento profissional, é a principal forma de se reverter este problema. É o que alerta Fabrício Spada, nutricionista e personal diet.
Segundo ele, o Índice de Massa Corporal (IMC) é uma medida simples e o cálculo pode ser feito por qualquer pessoa para se ter uma ideia inicial. O IMC consiste na divisão do peso (em quilogramas) pelo quadrado da altura (em metros). Para saber do resultado basta avaliar os números: pessoas com IMC entre 20 e 24,9 têm peso normal; entre 25 e 29,9 têm sobrepeso e com 30 ou mais são obesas.
Além do IMC, a distribuição da gordura corporal também é importante. A obesidade mais grave é a do tipo visceral, relacionada com a gordura acumulada no abdome e associada às alterações cardiovasculares.
A obesidade, além de incluir fatores genéticos e outras doenças, pode ser resultado da falta de equilíbrio entre o que é ingerido nas refeições e o que o organismo gasta nas suas atividades. “Quando a pessoa ingere um alimento, ele se transforma em energia para o funcionamento do corpo. Se a pessoa ingere mais do que necessário ou não gasta a energia, ela se transforma em gordura e é o acúmulo de energia armazenada sob a forma de gordura que leva à obesidade”, afirma o nutricionista e personal diet.
Spada explica que a obesidade pode causar diversas patologias e, algumas delas, graves. “A obesidade é um fator que altera diversas funções do organismo. Ela pode desencadear diversas doenças como a hipertensão arterial, diabetes mellitus, alterações das gorduras no sangue (dislipidemias), doença coronariana – que predispõe ao infarto, doenças reumatológicas e ortopédicas”, revela.
O tratamento da obesidade deve ser realizado por um profissional e após o diagnóstico o médico poderá estabelecer um programa de reeducação alimentar, reajustando a quantidade e a qualidade dos alimentos ingeridos pelo paciente.
A reeducação alimentar é fundamental para que o indivíduo possa estabelecer novas regras na alimentação e criar hábitos mais saudáveis. “A reeducação alimentar garante perda de peso, porém lenta, que se aliada a um cardápio equilibrado e rico em nutrientes, assegura que o emagrecimento seja definitivo”, conclui.
Sobre Fabrício Spada
Fabricío Spada é formado em Nutrição pela Faculdade Evangélica do Paraná e atua como consultor e personal diet para restaurantes, fast food, bares, petiscarias, pizzarias, cafeterias, padarias, confeitarias, indústrias ou fabricas e acompanhamento nutricional para escolas, aula de educação nutricional e acompanhamento profissional individual a domicílio.  (cestlavieproducoes@gmail.com)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.