Relações humanas inspiram criação de espetáculo de dança contemporânea

A precariedade das relações humanas, o desamparo, a solidão, a existência que se escoa por entre as tramas de uma modernidade falida. Estes foram os temas que inspiraram a criação do espetáculo de dança “Quando se calam os Anjos”, que teve sua pré-estreia em Curitiba, circulou por cinco estados brasileiros, e agora volta a sua cidade natal para três apresentação, nos dias 11, 12 e 13 de setembro, no Guairinha.
Obra inédita da Curitiba Companhia de Dança com a direção coreográfica de Airton Rodrigues (bailarino e coreógrafo do Ballet Teatro Guaíra), “Quando se calam os anjos” transporta para o palco a rapidez de um tempo que não é sentido. Jogos de luzes e ritmos, fisicalidade extrema e o uso de aparelhos eletrônicos em cena criam uma experiência inquietante que leva os espectadores a se perguntarem:  o que fomos? O que somos? O que – talvez – seremos?
“A arte sempre foi uma forma de sensibilização da sociedade quanto a seus problemas, um meio para abordar questões complexas e cheias de nuances do nosso tempo”, destacou a diretora da companhia Nicole Vanoni, que também entra em cena com os bailarinos. “Neste sentido, o espetáculo transforma a atual realidade em movimento e discute os sintomas da deterioração das relações”, complementou.
O coreógrafo Airton Rodrigues falou sobre outra referência da obra: a tecnologia. “Questões como a influência das tecnologias e mídias de massa espetacularizadoras se mostraram pertinentes durante o processo criativo, trazendo à tona tanto aspectos positivos como negativos destes elementos dentro de uma relação”, detalhou.
O espetáculo já circulou neste ano pelos estados do Amazonas, Pará, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo, e ainda em 2015 encerrará sua turnê, com duas apresentações, no festival “Caxias em Movimento”, no Rio Grande do Sul. A obra também será apresentada em importantes circuitos regionais, encontros e festivais de dança com o intuito de divulgar o trabalho da Curitiba Companhia de Dança e especialmente a dança contemporânea.
A COMPANHIA
O núcleo artístico criado em 2012 nasceu com o nome de Companhia de Dança Nicole Vanoni, mas a partir deste espetáculo inaugura uma nova identidade: Curitiba Companhia de Dança. Homenageando a cidade que sedia seus trabalhos, o grupo de artistas de origem e experiências diferenciadas, aglutina-se ao redor da ideia de experimentação, pesquisa e criação em dança contemporânea tendo como referência coreógrafos nacionais e internacionais.
Além de “Quando se calam os anjos”, tem em seu repertório outra obra coreográfica: A Lenda das Cataratas, com concepção de Rafael Zago, que circulou em 2014 e fará uma mini turnê pelo Paraná no mês de maio.
Atualmente a companhia conta com 16 artistas da dança de vários estados do Brasil, com currículo e formação consolidada com os melhores profissionais da dança do país.
Mesmo com esta breve carreira, a companhia já participou de festivais no Brasil e no exterior e investe na formação integral do seu elenco privilegiando uma rotina de trabalho corporal intensa, dentro das técnicas mais contemporâneas e apropriadas para a proposta da Curitiba Cia. de Dança.
APOIO E PATROCÍNCIO
“Quando se calam os anjos” é uma obra artística genuinamente paranaense, que conta com o incentivo do Ministério da Cultura (por meio da Lei Rouanet), apoio do apoio do Hospital Pequeno Príncipe, e patrocínio de empresas como Grupo Ultra (Oxiteno Nordeste, Ipiranga Produtos de Petróleo, Bahiana Distribuidora de Gás, Tropical Transportes Ipiranga); Copel Geração e Transmissão; Prati, Dona Duzzi & Cia.; Trox do Brasil; Bundy; Famiglia Zanlorenzi; Grupo Jufap (Aquilon Telecomunicações, Jufap Administração e Participação, Jufap Comércio de Asfalto); Sapore; Bellinati & Perez Advocacia; Gestamp Paraná; e Barduch.
Serviço:
 “Quando se calam os anjos”
Data: 11, 12 e 13 de setembro/2015
Horário: sexta e sábado: 21h e domingo: 19h
Local: Teatro Guairinha – Rua XV de Novembro, 971 – Centro
Classificação Indicativa: Livre
*A bilheteria será revertida em prol do Hospital Pequeno Príncipe
FICHA TÉCNICA
“Quando se calam os anjos”
Direção Geral e Artística: Nicole Vanoni
Concepção Coreográfica: Airton Rodrigues (Neco)
Assistente de Direção: Claudio Fontan
Ensaiador: Antonio Adilson Junior
Trilha Sonora: Raul Arcangelo
Figurino: Paulinho Maia
Projeto de Luz: Osvaldo Gazzoti
Produção/Edição Áudiovisual: Raul Arcangelo
Elenco: Ana Claudia Moreira, Antonio Adilson Junior, Beatriz Caravetto, Betina D’Agnoluzzo, Clarissa Cappellari, Erika Bartaline, Leonardo Lino, Luana Teodoro, Natanael Nogueira, Nathalia Tedeschi, Nicole Vanoni, Raul Arcangelo, Ricardo Alves Pereira, Rodrigo Leopoldo, Tatiana Araujo e William Sprung
Preparação Corporal: Viviane Cecconello e Leandro Lara Santos
Direção de Produção: Radar Cultural Gestão e Projetos – Solange Borelli
*Vídeos sobre “Quando se calam os anjos” disponíveis no canal da Curitiba Cia. de Dança no Youtube:
<agenciaehcom@gmail.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.