RPC estreia quarta edição do reality ‘The Voice Brasil’

As guitarras já estão afinadas, os bateristas posicionados, os vocais aquecidos. Tudo pronto para a estreia da quarta temporada do ‘The Voice Brasil’, nesta quinta-feira, dia 1º de outubro, após a ‘Regra do Jogo’, na RPC – Afiliada Globo no Paraná.
Sob o comando de Tiago Leifert, com Dani Suzuki, os técnicos Claudia Leitte, Carlinhos Brown, Lulu Santos e Michel Teló estão a postos e preparados para descobrir a próxima voz do Brasil. A atração, que tem direção geral de Creso Eduardo Macedo, promete uma temporada de novidades e muita emoção. “Percorremos o Brasil em busca de uma nova voz, e é surpreendente como esse país tem talento. Queremos dar a estes artistas, que muitas vezes são conhecidos apenas em suas regiões, uma oportunidade única de mostrar o trabalho. A qualidade deste ano está ainda maior. Então, a briga vai ser boa”, anuncia Creso.

Nesta primeira fase, conhecida como “Audições às Cegas” os candidatos se apresentam e são avaliados apenas pela sua voz. É neste momento que Claudia Leitte, Carlinhos Brown, Lulu Santos e Michel Teló viram suas cadeiras e montam os seus times. Se mais de um técnico escolher o mesmo candidato, quem escolhe com quem quer trabalhar é o próprio artista. Segundo o quarteto, o processo de escolha é complexo, mas todos concordam em uma coisa: a emoção é fator determinante. “As audições às cegas trazem uma grande expectativa para quem irá virar a cadeira e quem passará para a próxima fase, mas a escolha é um misto de emoção e técnica”, define o novato. “É claro que presto atenção na voz e na técnica vocal do candidato, mas, se ele não sentir o que está cantando, não nos toca. E música é emoção. Sem isso, não viro a cadeira”, diz Claudia. Seu colega também concorda. “Eu quero ver entrega, paixão e garra no palco. Técnica você aprende, mas sentimento e amor pela música é algo que vem de dentro”, fala Brown. “Eu procuro o diferente, algo que me toca , e nem sempre uma bela voz me passa isso. Viro minha cadeira quando tenho a curiosidade de ver mais”, conclui Lulu.

Tiago, que comanda o reality musical pelo quarto ano consecutivo, afirma que a competição vai ser grande. “Temos um programa em horário nobre, dedicado exclusivamente à música, e muita gente talentosa disputando uma oportunidade de mostrar seu trabalho. A disputa vai ser boa este ano”, diz Leifert. Dani Suzuki, que participou da primeira edição da atração, em 2012, admite estar ansiosa para a estreia. “Estou muito feliz porque sou apaixonada pelo programa e pela equipe. Nós viramos uma família”, disse a apresentadora, que também estará à frente do The Voice Web, um programa diário, exibido exclusivamente pelo GShow, que vai mostrar pílulas do programa, cenas exclusivas, bastidores e convidados. 


Sob o comando de Tiago Leifert, com Dani Suzuki, o ‘The Voice Brasil’ estreia na RPC amanhã, dia 1º de outubro, com direção geral de Creso Macedo. O programa será exibido às quintas-feiras, logo após ‘A Regra do Jogo’.

ENTENDA AS FASES DO THE VOICE BRASIL

Audições
Nesta primeira fase, conhecida como “audições às cegas” os candidatos se apresentam e são avaliados apenas pela sua voz. Nesta etapa, os quatro técnicos viram suas cadeiras e montam os seus times. Se mais de um técnico escolher o mesmo candidato, quem escolhe com quem quer trabalhar é o próprio candidato.

Batalhas
Com as equipes formadas, começam as batalhas. Nelas, os competidores cantam em duetos com integrantes do próprio time. Após a apresentação, o técnico decide quem avança para a próxima etapa e quem deixa o programa. Esta fase traz outra surpresa: este ano, os técnicos terão direito a apenas um ‘Peguei’ durante as batalhas.

Rodada de Fogo
Na nova fase, cada time começará com sete participantes. Porém os técnicos poderão escolher três candidatos que estarão salvos e irão direto para os shows ao vivo, sem disputar a rodada. Os outros quatro brigam pelas vagas restantes para seguirem na competição. E, na nova fase, mais uma surpresa: cada técnico terá direito a mais um ‘Peguei’.

Shows ao vivo
As disputas são ao vivo, e o público ajuda a decidir quem sai e quem fica na competição. Em cada programa, o público salva um candidato e os técnicos escolhem mais um. Cada técnico termina esta fase com apenas um competidor.

Grande Final
Na final, cada treinador terá apenas um competidor e caberá ao público decidir quem será o campeão do ‘The Voice Brasil 2015’. O vencedor ganha R$ 500 mil e um álbum gravado pela Universal Music. 

Sobre a RPC:
A RPC é uma empresa que faz parte do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM), com suas oito emissoras de TV afiliadas à Rede Globo no Paraná. A emissora é líder em audiência e pioneira na transmissão da TV Digital na região Sul do país. Com tecnologia de ponta, disponibiliza uma programação de qualidade e diversificada para a população do Paraná.
Também fazem parte do GRPCOM os jornais Gazeta do Povo, Jornal de Londrina e Tribuna, o portal de notícias ParanáOnline, as Rádios 98FM, Mundo Livre FM Curitiba e Maringá, a unidade móvel de produção em alta definição HDView e o instituto de responsabilidade social, o Instituto GRPCOM.
<marcelaw@grpcom.com.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.