Senac inova na educação durante a 17ª Bienal Internacional do Livro

Milhares de pessoas rumaram, neste fim de semana prolongado, para o Riocentro, o maior centro de convenções da América Latina. É lá que ocorre, desde o dia 3 de setembro, a 17ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro. Em meio à multidão e aos milhões de livros, a imponente estrutura de 250 metros quadrados do Senac ganhou destaque.
O estande Senac foi projetado pelo arquiteto Marco Tirelli e tem como tema Inovação na Educação. Com estrutura modular, representa a ideia de construção do conhecimento e a educação como meio para a inovação, apontando o Senac como agente de excelência na educação profissional. O espaço recebeu grande número de visitantes no primeiro fim de semana da Bienal e as vendas de publicações dos centros editoriais da Instituição – Ceará,Distrito FederalRio de Janeiro e São Paulo, além das obras do Departamento Nacional – aumentaram significativamente: 34,7% em relação à edição passada da Bienal carioca.
Além do sucesso do estande, lançamentos editoriais da Instituição movimentaram o evento. Na sexta-feira (4), a estrela levada pelo Senac à área de lançamentos foi o quadrinista Maurício de Sousa. Homenageado em diversas ações da Bienal 2015 pelos 80 anos que completa em outubro, o pai da Turma da Mônica fez diferentes gerações disputarem as 70 senhas distribuídas para a sessão de autógrafos do livro Caderno de Receitas da Magali, fruto da parceria entre a Editora Senac São Paulo e a Maurício de Sousa Produções.
E não foram só anônimos que passaram pelo local para chegar perto de Maurício. O ícone teen da internet Christian Figueiredo, que também estava na Bienal para o lançamento do seu livroEu fico loko 2 – As histórias que tive medo de contar, não conteve a alegria ao conhecer o ídolo. Dono de um dos canais de vídeos mais acessados do YouTube (mais de 1,7 milhão de inscritos), o jovem de 20 anos se juntou aos fãs para “tietar” Maurício, que todo o tempo recebeu os visitantes com largo sorriso no rosto.
A ansiedade no sábado (5) foi pelo lançamento do livro Cozinha Prática, da chef Rita Lobo. A publicação, lançada pela Editora Senac São Paulo e a Panelinha, editora de Rita, foi a mais procurada nas prateleiras do Senac durante a Bienal. Mais de 500 pessoas estiveram na sessão de autógrafos com a autora, que transportou para as páginas o sucesso de seu programa na televisão. Seguindo o formato da tevê, o livro é um verdadeiro minicurso de culinária, com receitas e técnicas para deixar o dia a dia mais prático e saboroso, produzido.
A Bienal prossegue até o próximo domingo, 13 de setembro, das 9h às 22h (durante a semana; nos fins de semana a feira começa às 10h). Mais informações na página do evento.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.