SHOW DO TERRA SONORA LEVA MÚSICA DE DIVERSOS PAÍSES PARA O HOSPITAL PEQUENO PRÍNCIPE

Garantir o acesso de crianças e adolescentes em tratamento no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, à música instrumental de qualidade é a premissa do projeto cultural Encontros Musicais, que a cada mês leva um grupo diferente para se apresentar na instituição. O Terra Sonora, com mais de 20 anos de carreira voltada à pesquisa e execução de ritmos e sons de diversos países, fez um pocket show para um grupo de 70 pacientes, seus familiares e colaboradores do hospital, na última segunda-feira pela manhã, em apresentação de rara beleza.
Com sete músicos em cena, o repertório do Terra Sonora encantou pela delicadeza e diversidade, passeando mostrando um pouco da música marroquina, grega, africana, peruana e mais. Com direção musical de Plínio Silva, o grupo é formado por professores de música da Unespar (Universidade Estadual do Paraná) e do Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba.
Viabilizado pela Lei Rouanet, o projeto Encontros Musicais promove, desde fevereiro de 2015, apresentações mensais na Praça do Bibinha, um amplo saguão no interior do Pequeno Príncipe, onde acontecem atividades culturais variadas. A próxima apresentação será do Trio Quintina. 
Até novembro, shows de dez grupos instrumentais do Paraná revelam a riqueza e a diversidade da música brasileira no projeto, que tem coordenação cultural de Ety Cristina Forte Carneiro. O hospital infantil recebeu, esse ano, grupos com sonoridades diversas como Daniel Migliavacca Trio, Cellofolia, Art Bossa Quarteto, Rosa Armorial, Mano a Mano, Julião Boêmio e No Plural.Projetos como esse contribuem para a democratização do acesso à arte e à cultura e a importância da iniciativa está em garantir às crianças e adolescentes o direito a observar mundo com alegria e disposição, em um momento delicado como o da hospitalização.
O encontro entre os músicos Hamilton de Holanda e Yamandu Costa encerra o projeto no final do ano. O show dos dois grandes instrumentistas será no Teatro Bom Jesus, dia 12 de dezembro, às 20h, com ingressos a preços populares e renda revertida integralmente para o Hospital Pequeno Príncipe. 
Sobre o Hospital Pequeno Príncipe
Beneficiário do projeto Encontros Musicais, o Pequeno Príncipe é o maior hospital de alta e média complexidade exclusivamente pediátrico do Brasil. Destina 70% de sua capacidade de atendimento a crianças e adolescentes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS). A instituição tem 390 leitos, sendo 62 nas quatro UTIs, oito salas cirúrgicas, cerca de 2 mil colaboradores e 350 médicos. Por ano, realiza em média 314 mil atendimentos ambulatoriais, 19 mil cirurgias e mais de 24 mil internações. Com cuidado humanizado e integral, garante condições para que 17 mil familiares acompanhem pacientes atendidos via SUS durante a internação. 
Sobre o Projeto Encontros Musicais via Lei Rouanet
Realizado com recursos obtidos por meio da Lei Rouanet e aprovado no Ministério da Cultura, o projeto Encontros Musicais tem coordenação cultural de Ety Cristina Forte Carneiro e o produtor Mateus Sokolowski como coordenador artístico. Os patrocinadores são as empresas Gemu Produtos Plásticos e Metalúrgicos, Metisa Metalúrgica Timboense, Mili, Propex do Brasil, Durlicouros, Sisteplan, Vale Fértil, Veper Serviços de Vigilância, Veper Serviços Especializados e Vianmaq.
Sobre o grupo Terra Sonora
Formada em 1994 em Curitiba, a banda faz um trabalho com base em extenso levantamento de temas étnicos e tradicionais de várias partes do mundo, resultado da pesquisa, transcrição e arranjos feitos pelo músico Plínio Silva com o grupo, composto por professores da  Unespar e do Conservatório de Música Popular Brasileira. Além do repertório com músicas das Américas, África, Europa, Ásia e Oceania, a marca do Terra Sonora está na recriação dos arranjos, segundo influências e experiências vivenciadas pelo grupo, que tem tem seis CDs lançados: “Terra Sonora” (1998), “Continentes” (2001), “Terras” (2004), “Trevas” (2008), “Orvalho” (2010) e “Distâncias” (2013).
beatriz.moraes@hpp.org.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.