Sobe o número de paranaenses com contas em atraso em setembro

O endividamento das famílias paranaenses, que havia reduzido no mês passado, voltou a subir em setembro. Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), 86,3% dos paranaenses estão endividados. Em agosto, eram 85,9%. Apesar do aumento, o índice está abaixo dos 88,4% registrados em setembro de 2014.
O percentual de endividados com contas em atraso também avançou neste mês, passando de 23,7% em agosto para 26% em setembro, bem como a falta de condições para pagamento das dívidas, que saiu de 7,6% no mês passado para 8,5%.
No cenário nacional, o percentual de famílias com dívidas voltou a crescer e alcançou 63,5% em setembro, o que representa alta em relação aos 62,7% observados em agosto, como também em relação aos 63,1% de setembro de 2014.
Histórico de Endividamento
Mês
Total de Endividados %
Endividados com contas em atraso %
Não terão condições de pagar %
set/14
88,40
23,60
8,60
out/14
87,50
23,00
10,10
nov/14
84,40
22,60
9,10
dez/14
87,40
24,30
10,80
jan/15
88,60
27,10
11,00
fev/15
86,10
25,10
11,90
mar/15
86,20
25,00
11,40
abr/15
87,00
26,80
11,70
mai/15
87,50
26,90
9,30
jun/15
88,80
27,10
9,20
jul/15
87,00
24,30
9,20
ago/15
85,90
23,70
7,60
set/15
86,30
26,00
8,50
Nível de endividamento
Em setembro, o nível de endividamento aumentou, sendo que 25,1% dos consumidores se consideram muito endividados. Em agosto, eram 23,3% e em setembro do ano passado, 24,2%. As famílias com renda acima de dez salários mínimos são as mais endividadas, com 29,2% nessa situação, contra 24,3% entre aquelas com rendimentos inferiores.
O percentual médio da renda comprometido com dívidas é de 32,4 %, sendo que 20,8% dos consumidores têm mais da metade dos rendimentos já vinculados a compromissos financeiros com vencimento futuro.
Tipo de dívida
O cartão de crédito é o principal tipo de dívida, com 68,4%. Na sequência estão o financiamento de veículo (11,8%), financiamento imobiliário (9,4%), carnês (3,8%) e o crédito pessoal (21,1%).
Tipo de dívida
Total
Até 10 salários mínimos
Mais de 10 salários mínimos
Cartão de crédito
68,4%
67,5%
72,6%
Cheque especial
0,8%
0,7%
1,3%
Cheque pré-datado
0,7%
0,8%
0,0%
Crédito consignado
1,7%
1,5%
2,5%
Crédito pessoal
2,1%
2,2%
1,3%
Carnês
3,8%
4,3%
1,3%
Financiamento de carro
11,8%
12,4%
8,9%
Financiamento de casa
9,4%
9,2%
10,2%
Outras dívidas
1,5%
1,4%
1,9%
Tempo de atraso nas dívidas
Entre os 26% dos paranaenses que estão com contas em atraso, 45,8% já são considerados inadimplentes, pois o atraso no pagamento é superior a 90 dias, o que implica em sua inscrição nos sistemas de proteção ao crédito.
O tempo médio de comprometimento com as dívidas é 7,2 meses.
karla@pr.senac.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.