Termina nesta segunda, dia 21, o terceiro maior congresso de cardiologia do mundo

 O 70º Congresso Brasileiro de Cardiologia, em Curitiba, movimentou mais de 15.000 pessoas, entre congressistas, 7.000, acompanhantes, staff, expositores e pessoal de apoio e foi tão importante do ponto de vista científico, como também econômico, principalmente numa época de crise. A colocação é do presidente do evento, José Carlos Moura Jorge. Cada participante gastou pelo menos três diárias de hotel, lembra ele, a área de transportes, táxis, ônibus e vans foi muito requisitada, os restaurantes tiveram esse faturamento extra, bem como a área de turismo da região.
         Foi possível montar uma grade científica com 31 convidados estrangeiros do mais alto nível, ‘pinçados’, diz Moura Jorge, entre os mais capazes dentre os professores, especialistas e pesquisadores internacionais. “E sabendo da fama de hospitalidade, de belezas naturais e do nível científico da Sociedade Brasileira de Cardiologia, que se internacionalizou nos anos recentes, todos nossos convidados confirmaram presença”. Já os palestrantes nacionais, somaram 515. As atividades eram tantas que a área de Tecnologia da Informação da SBC desenvolveu um aplicativo especial para que cada congressista montasse sua própria agenda das atividades a acompanhar, numa customização extremamente útil.
         Esse cuidado na seleção de especialistas do mundo inteiro permitiu que, sem sair do País – e numa época de dólar nas alturas -, “nossa Sociedade pudesse oferecer a oportunidade para que o especialista brasileiro tivesse acesso ao que há de mais moderno em todos os setores da Cardiologia, conhecesse não só as últimas novidades em procedimentos, pesquisa, diagnóstico, como também as perspectivas do futuro próximo, com base nos trabalhos ora em desenvolvimento.
        
Foram 21 salas de atividade simultânea
         Moura Jorge salienta também o sucesso da experiência inovadora de realizar o evento anual da SBC simultaneamente com o Brasil Prevent, o lançamento da importantíssima obra ‘Panorama Atualizado da Mortalidade do Aparelho Circulatório no Brasil’, que se esgotou horas após o lançamento, tanto na versão em inglês, como na brasileira.
         Não faltou emoção também, lembra o médico, na homenagem póstuma prestada ao professor Adib Jatene e recebida por sua filha, a também cardiologista, Ieda Jatene. Ele ressalta também as homenagens e prêmios oferecidos a Luiz César Nazário Scala, Anis Rassi Júnior, Helio Germiniani, Ayrton Pires Brandão, Amanda Guerra de Moraes Rego Sousa, Mauricio Batista Nunes, José Carlos Magalhães Silva Cardoso, como destaques docente, de dedicação à pesquisa, contribuição associativa, à comunidade, entre outras atividades.
         O número de simpósios satélite, 16 ao todo, também é um feito, e para completar, Moura Jorge destaca a realização, também com absoluto sucesso, da prova para título de especialista, com 1.008 candidatos e o lançamento do próximo congresso, que será em setembro de 2016, em Fortaleza.
SERVIÇO:
70º Congresso Brasileiro de Cardiologia e Museu do Coração
Local: Expotrade Convention Center
Endereço: Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel, nº 10.454 – Vila Amélia Pinhais/PR
Datas: 18 a 21 de setembro de 2015
atendimento@docpress.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.