Todos os tipos de massa no Lellis Trattoria

Se você já confundiu fetuccine com talharim, talvez nem saiba a diferença entre rigatonni e schiaffoni, por isso sabe o quanto é difícil escolher um prato com tantas opções de massa e diferentes nomes no cardápio do Lellis Trattoria.
Mas isso ocorre porque que italianos são bastante rigorosos quando o assunto é massa. No País da bota, cortar macarrão ou servi-lo cozido demais é pecado. E isso não é tudo. Muita gente não sabe, mas há regras também para misturar molhos ou ingredientes extras ao prato. E tudo isso pode parecer uma preocupação desnecessária. Mas acaba fazendo diferença no resultado.
Além dos nomes incomuns, as massas se encaixam em categorias: secas, frescas e recheadas. Contudo, os formatos das massas acabam causando confusão na hora de decidir. Elas têm desenhos diferentes porque cada tipo é pensado para determinado molho, e a combinação certa vai resultar em pratos equilibrados e muito mais saborosos.
Com isso, aprenda essas diferenças com base nos tipos de massas disponíveis no cardápio do Lellis Trattoria.
Argolinha: essa é uma massa fina, pequena e com formato de anel. Ideal para acompanhar sopas, saladas ou molho de tomate leve.
Bucatini: tem formato longo e fino, assim como o espaguete, mas se difere por um pequeno furinho no meio do fio, o que faz com que a massa absorva melhor o molho. Ideal para ser servida com pesto.
Cabelo de Anjo: também conhecida como aletria, essa massa é longa e tem tiras extremamente fininhas. É utilizada principalmente no preparo de sopas.
Canelone: massa com paredes grossas e formato tubular. O canelone tem uma abertura muito larga, o que o torna ideal para ser recheado com carne ou queijo.
Capeletti: é uma massa que pode ser recheada com carne, frango ou queijo. Não é incomum que algumas pessoas a confundam com o ravióli. No entanto, o capelleti tem o formato de uma “trouxinha” e o ravióli é achatado, como um pequeno pastel.
Conchiglie: essa massa é conhecida como “conchinha” e, de fato, não há melhor forma para descrevê-la. Pode ser encontrada em vários tamanhos e cores.
Espaguete: muito popular, essa é uma massa longa, redonda e fina, que pode apresentar mais de uma espessura. Tradicionalmente, é preparada com molhos de tomate.
Farfalle: também conhecido como “borboleta” ou “gravatinha”, essa massa tem formato de laço. As extremidades normalmente são plissadas e o meio é estreito. Pode ser servida com molhos à base de óleo e manteiga, tomate ou queijo.
Fettuccine: massa longa, achatada e cortada em tiras. Se ficar em dúvida para diferenciá-la do talharim, basta comparar os tamanhos. O fettuccine é um pouco mais largo, com mais de um centímetro.
Fusili: o fusili também é chamado de “parafuso” porque tem um formato espiral que abre quando cozido. Como tem curvas e concavidades, pode acompanhar molhos mais encorpados, como os que contêm carne ou ricota, que se infiltram no macarrão.
Gemelli: a palavra “gemelli” significa “gêmeos”. O macarrão ganhou esse nome porque seu formato espiral consiste em duas tiras de massa que se enrolam uma na outra.
Lasanha: massa achatada e larga, que pode ser lisa ou com estrias nas extremidades. Geralmente, seu recheio inclui legumes e carne. A massa é acompanhada com vários tipos de molhos, como os à base de queijo, carne e tomate.
Nhoque: massa curta e arredondada que forma pequenas bolinhas maciças. É preparada normalmente com batata e absorve bem os molhos encorpados, com o de carne.
Orecchiette: orecchiette significa “orelhinha” em italiano. Não à toa a massa ganhou esse nome, já que é curta e levemente curvilínea.
Penne: é uma massa mediana, com paredes mais grossas, formato de tubo e extremidades cortadas na diagonal. Os que contêm a superfície lisa são mais indicados para acompanhar molhos cremosos. Já os que têm a superfície riscada, são perfeitos para molhos à base de óleo.
Ravioli: massa quadriculada, achatada e com ondulações nas extremidades. Sempre envolve um recheio, que pode ser de carne ou legumes.
Risoni: massa pequena com as extremidades pontiagudas. Quando cozida, lembra um grão de arroz pouco maior que o comum. É usada principalmente em sopas.
Rondelli: é uma massa achatada, larga, enrolada e recheada em forma de rocambole. Rondelli pode ser servido com vários tipos de molhos.
Rotelle: um dos formatos de macarrão que mais agrada as crianças, rotelle lembra uma pequena roda de bicicleta. Um circulo maior de massa é ligado por pequenas tirinhas a um circulo menor. Seu preparo pode ser acompanhado de molhos à base de óleo e manteiga.
Talharim: massa achatada, longa e cortada em tiras finas. É comum confundi-la com fettuccine, mas a diferença entre os dois está no tamanho. Enquanto o talharim tem fios de até um centímetro, o fettuccine tem tiras um pouco mais largas.
Com essas informações, o momento de escolher a massa ideal para a refeição ficou mais fácil.
LELLIS TRATTORIA
Rua Gonçalves Dias, n° 51 – Batel / Telefone: (41) 3242-9320 / (41) 3244-7943
Almoço: de segunda a sexta-feira das 11h30 às 16h00/Jantar: das 19h00 à 01h00.
Sexta e sábado: jantar até as 02h00.
Sábados, domingos e feriados: aberto sem intervalo.
Estacionamento com valet gratuito no local

(marseille@ruybarrozo.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.