Torneio de Drift Trike coloca alunos de Engenharia de Produção e Engenharia Mecânica frente a frente

Quando se fala em triciclo, logo vem à memória a imagem daquele brinquedo inocente da infância, mas o drift trike de inocente não tem nada. É o tipo de esporte para quem curte adrenalina e velocidade. Feito com um quadro de bicicleta e rodas traseiras de plástico, este triciclo adaptado pode chegar a 70 km/h, dependendo da pista e do tipo do traçado. 

E nada melhor do que esses elementos para testar as habilidades dos alunos de Engenharia de Produção e Engenharia Mecânica do primeiro ano da Universidade Positivo. Produzir (e correr em) um drift trike é um dos trabalhos realizados por eles na disciplina de Introdução à Engenharia. Neste sábado, 19, os triciclos serão testados para ver quem cruza antes a linha de chegada. Todos os triciclos têm freio na roda dianteira, diferente dos carrinhos de rolimã, e os participantes usam os equipamentos de segurança necessários.

A competição acontecerá na pista do Guabirotuba (Praça Abílio de Abreu), das 8h às 14h, e reunirá cerca de 350 alunos e mais de 70 drift trikes. De acordo com o professor de Engenharia Mecânica da Universidade Positivo, Giuliano Breda, os estudantes construíram seus triciclos e experimentaram na prática a rotina e os processos da área que escolheram. “A ideia do projeto era fazer os alunos colocarem a mão na massa, soldarem, construírem e também promover a integração entre os cursos com algo diferente e divertido. Correr com os trikes cumpre essa função”, explica Breda. 

A competição é a primeira do tipo na universidade. Todos os participantes receberão medalhas e os três primeiros lugares ganharão troféus para marcar a conquista. 




Serviço:
1ª Drift Trike UP
Data:
 19/09/2015
Horário: das 8h às 14h
Local: Praça Abílio de Abreu (Guabirotuba)
Ingressos: gratuitos. Evento aberto ao público.





Sobre o Núcleo de Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade Positivo – Os cursos de Engenharia da Universidade Positivo aliam a experiência de mais de 40 anos de ensino do Grupo Positivo à Educação Superior de excelência. Com uma formação técnica, humana e gerencial, os alunos são preparados tanto para lidar com desafios específicos de suas áreas, como com questões humanas e gerenciais, tornando-os profissionais completos e capacitados para as demandas do mercado. Em comum, os sete cursos oferecidos trazem teoria e prática e alto nível de reconhecimento pelo MEC, à exemplo de Engenharia da Computação, considerado o 9º melhor curso do país entre as instituições privadas; Engenharia Elétrica, o melhor curso do Paraná e o 4º melhor do país entre as instituições privadas, e Engenharia Mecânica, avaliado como o melhor curso do Paraná entre as instituições privadas.


Sobre a Universidade Positivo – A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 54 cursos de Graduação (30 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 24 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. Em Curitiba, a UP conta com três campus: Ecoville, que ocupa uma área de 424,8 mil metros quadrados, Praça Osório, no centro da cidade, e Mercês – Catarina Labouré, este último dedicado ao curso de Enfermagem. Lançou, em 2013, seu programa de Educação à Distância, com dezenas de polos em todo o país. Segundo as avaliações do Ministério da Educação, é considerada uma das dez melhores universidades privadas do Brasil.

Central Press

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.