Turismo brasileiro ganha com viagens internas e alta do dólar

A receita cambial registrou em agosto o menor deficit deste ano desde o mês de fevereiro de 2011, de acordo com dados do Banco Central. A diferença entre os gastos dos brasileiros no exterior (US$ 1,263 bilhão) e os gastos dos estrangeiros (US$ 436 milhões) no Brasil atingiu o valor de US$ 827 milhões no mês passado.
Se comparado com agosto do ano passado, quando o deficit foi de US$ 1,85 bilhão, a diminuição chega a 55,4%. “A constatação é uma boa notícia para o turismo porque indica que boa parte dos brasileiros estão transferindo as viagens internacionais por viagens pelo país, movimentando a economia, gerando emprego e renda para mais de três milhões de pessoas no ano passado”, disse o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves.  
Entre os fatores que levaram à redução expressiva do déficit destacam-se a alta cotação do dólar e o fortalecimento do turismo interno brasileiro. O Ministério do Turismo já investiu mais de R$ 9 bilhões no desenvolvimento de 4,2 mil municípios turísticos brasileiros desde 2003.  (Luciana Vicária)

Destinos como Pirenópolis (GO) se beneficiam da alta no turismo interno. Crédito: David Rego Jr
ASCOM

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.