Últimos dias para inscrição no Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação

Os interessados em participar da oitava edição do Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação (VIII CBUC) e do IV Simpósio Internacional de Conservação da Natureza precisam se apressar. As inscrições com valor reduzido devem ser feitas até esta sexta-feira (11) no site www.fundacaogrupoboticario.org.br/cbuc.
Os eventos são simultâneos e acontecem de 21 a 25 de setembro, em Curitiba (PR). O CBUC é considerado um dos maiores eventos sobre o tema na América Latina e neste ano contará com nomes como o cineasta Fernando Meirelles e a ambientalista Marina Silva, além de atrações internacionais como Albert Appleton, que foi o responsável por garantir que Nova Iorque (EUA) não passasse por uma crise de água e Ryan Hreljac, que já levou água limpa a mais de 800 mil pessoas por meio de poços artesianos.
Aqueles que fizerem a inscrição até 11 de setembro conseguirão o preço promocional de R$450 (proprietários de Reservas Particulares do Patrimônio Natural – RPPNs, estudantes, profissionais públicos de órgãos ambientais e de ONGs) e R$700 para os demais participantes. Já durante o evento as inscrições custarão entre R$600 e R$1.000. No pacote estão incluídas todas as palestras dos cinco dias, além dos almoços.
O evento será realizado na capital do Paraná em comemoração aos 25 anos da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, instituição paranaense que promove o CBUC. De acordo com a diretora executiva da Fundação Grupo Boticário, Malu Nunes, o objetivo é “ampliar a discussão e compartilhar conhecimento entre os diversos setores da sociedade, por isso, queremos ampla participação do público em geral para que façam parte dos diálogos, sintam-se parte do meio ambiente e atuem em benefício da conservação da natureza”, destaca.
A programação do VIII CBUC será abrangente, incluindo diferentes áreas do conhecimento, para criar o ambiente colaborativo e de novas ideias em busca de estratégias para o fortalecimento do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), uma de nossas principais leis ambientais. O congresso apresentará histórias transformadoras de quem fez a diferença pela conservação, além de plataformas colaborativas com potencial para unir pessoas em prol dessa causa. “É um evento para quem já trabalha na área se especializar, mas também para quem não conhece a fundo o tema saber como ele impacta em sua vida e qual o seu papel para ajudar”, resume Malu Nunes.
Cerca de mil participantes são esperados para o evento, entre gestores de unidades de conservação, cientistas e técnicos ligados à administração pública, instituições de ensino e pesquisa e comunidade em geral.
Palestrantes confirmados
Mais de 50 palestrantes de todo o mundo já estão confirmados no VIII CBUC. Entre eles destacam-se:
·       Fernando Meirelles: cineasta e produtor brasileiro, dirigiu filmes como Cidade de Deus, O Jardineiro Fiel e Ensaios sobre a Cegueira. Foi o produtor do filme A Lei da Água e tem se dedicado à temática ambiental.
·       Marina Silva, conservacionista brasileira de expressão internacional que já foi vereadora, deputada estadual, senadora e ministra do Meio Ambiente.      
·       George Schaller: biólogo alemão que possui 16 livros publicados e é vice-presidente da organização Panthera, além de conservacionista sênior da Wildlife Conservation Society, em Nova York (EUA).
·       Albert Appleton, graduado em Ciências Políticas e Matemática pela Gonzaga University (em Spokane, Washington) e em Direito pela Faculdade de Yale, é consultor ambiental internacional com expertise em recursos hídricos. Nos anos 90 foi o responsável por proteger os mananciais de Catskill, que garantiu a conservação de água na cidade de Nova Iorque e é considerado um dos mais bem sucedidos do mundo.
·       Ryan Hreljac, canadense, com apenas seis anos começou a arrecadar recursos para construir poços com o intuito de disponibilizar água limpa na África. A Ryan’s Well Foundation já beneficiou quase 825 mil africanos.
·       Alexandre Mansur, jornalista que é editor executivo da revista Época e também do Blog do Planeta. É membro do conselho de diversas ONGs ambientalistas brasileiras.
A Fundação Grupo Boticário promove periodicamente o Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, desde 1997. Em sete edições, realizadas em cinco diferentes cidades brasileiras, mais de oito mil participantes de todo o mundo passaram pelo CBUC.
Sobre a Fundação Grupo Boticário: a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é promover e realizar ações de conservação da natureza. Criada em 1990 por iniciativa do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, a atuação da Fundação Grupo Boticário é nacional e suas ações incluem proteção de áreas naturais, apoio a projetos de outras instituições e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação Grupo Boticário já apoiou 1.439 projetos de 482 instituições em todo o Brasil. A instituição mantém duas reservas naturais, a Reserva Natural Salto Morato, na Mata Atlântica; e a Reserva Natural Serra do Tombador, no Cerrado, os dois biomas mais ameaçados do país.  Outra iniciativa é um projeto pioneiro de pagamento por serviços ambientais em regiões de manancial, o Oásis. Na internet: www.fundacaogrupoboticario.org.brwww.twitter.com/fund_boticario e www.facebook.com/fundacaogrupoboticario.
(marialuiza@nqm.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.