ABAV-PR LAMENTA CANCELAMENTO DE VOOS DA AMERICAN AIRLINES DO AFONSO PENA

Crise econômica,
readequação de malha aérea e falta de adequação do Aeroporto estão entre as
justificativas e, mais uma vez, consumidor é penalizado
Nesta semana, a American Airlines comunicou o cancelamento
de seu voo direto Curitiba – Miami, algo que foi amplamente comemorado pelo
trade turístico local na época de seu lançamento, em 2013. Os voos estão
mantidos até 11 de fevereiro de 2016 e, depois desse prazo, saem de Porto
Alegre. O corte da rota foi justificado pela companhia como decisão
estratégica, baseada em uma análise de mercado.  
Para o presidente da Associação Brasileira das Agências de
Viagens do Paraná (ABAV-PR), Roberto Bacovis, o cancelamento foi uma surpresa.
“O comunicado da American Airlines acontece como um descompasso, no momento em
que a estrutura do Aeroporto Internacional Afonso Pena está em fase de
conclusão. Esse cancelamento representa um retrocesso”, lamenta Bacovis.
Mesmo sem prejudicar diretamente passageiros que já
compraram suas passagens com antecedência, o fato preocupa a ABAV-PR e
novamente remete aos problemas de infraestrutura do Afonso Pena. “O cumprimento
da pista do nosso aeroporto não traz condições para pousos e decolagens de
aeronaves com carga e tanque cheio. Já perdemos operações da TAP e da Copa
Airlines, que já manifestaram interesse em operar com voos diretos daqui”,
alerta Bacovis, ressaltando que o consumidor acaba sendo prejudicado com o fim
de um voo direto para um destino muito procurado pelo passageiro do Paraná.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.