Arnor Lima Neto é eleito presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná

O desembargador Arnor Lima Neto foi eleito nesta segunda-feira, 05 de outubro, presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná para o biênio que se iniciará no mês de dezembro próximo. Ele foi escolhido pela maioria dos votos da composição plena dos desembargadores do TRT-PR, reunidos na sede do Tribunal, em Curitiba. No mesmo processo eleitoral, a desembargadora Marlene Teresinha Fuverki Suguimatsu foi eleita vice-presidente do TRT paranaense e o desembargador Ubirajara Carlos Mendes foi escolhido para o cargo de corregedor regional.
A posse da nova administração está marcada para o dia 4 de dezembro, no Plenário Pedro Ribeiro Tavares, em Curitiba.
“Todos nós temos este mesmo desiderato, de construir uma Justiça do Trabalho do Paraná que atenda com eficiência e presteza necessária a todos os jurisdicionados. Tenho certeza que poderei contar com todos e sou muito grato pela confiança que depositaram em mim”, afirmou o desembargador Arnor Lima Neto.

O atual presidente do TRT-PR, desembargador Altino Pedrozo dos Santos, presidiu a eleição. Participaram da votação 30 desembargadores do TRT do Paraná, que tem composição plena de 31 magistrados – um cargo ainda está vago em decorrência da aposentadoria da desembargadora Márcia Domingues. Confira abaixo um currículo resumido dos futuros administradores do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná.
Arnor Lima Neto é natural de Rancharia (SP). Graduou-se em 1975 pela Faculdade de Direito da Alta Paulista, em Tupã (SP). Em 1979 concluiu Especialização em Direito Privado e Processual Civil pela Universidade Estadual de Maringá. Em 1998 tornou-se Especialista em Metodologia do Ensino e da Pesquisa Jurídica pela Universidade Tuiuti do Paraná e em 2001 concluiu nova Especialização em Direito Administrativo pela Universidade Federal de Santa Catarina. O título de Mestre em Direito foi obtido em 2003 pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Anteriormente à magistratura atuou como advogado do Banco do Brasil e promotor de Justiça do Estado do Paraná. Ingressou na carreira como Juiz do Trabalho Substituto em 1987. No ano seguinte foi promovido a juiz presidente da então Junta de Conciliação e Julgamento de Cascavel. Em 1998 assumiu como desembargador do Trabalho. Integrou a 4ª Turma de Julgamento e atualmente está na 6ª Turma e no Órgão Especial do TRT-PR. Foi vice-diretor da Escola Judicial de 2006 a 2009. Em 2009 foi eleito corregedor regional cumprindo mandato até 2011. É professor titular concursado em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho na Pontifícia Universidade Católica do Paraná e professor licenciado no Centro Universitário Curitiba nas mesmas disciplinas. É autor da obra “Cooperativas de Trabalho – Intermediação de mão-de-obra e subtração de direitos dos trabalhadores”, publicada pela Editora Juruá.
Marlene Teresinha Fuverki Suguimatsu nasceu em Irati (PR). Formou-se em Direito em 1985, pela então Faculdade de Direito de Curitiba (UNICURITIBA). Possui pós graduação Lato Sensu em Direito Público pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e em Filosofia – ênfase em ética – pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), onde também concluiu Mestrado em Direito Econômico e Social em 2003 e Doutorado em Direito Econômico e Socioambiental em 2011. Ingressou na Magistratura do Trabalho no Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região por concurso público, tendo sido empossada como Juíza Substituta em 1988. Foi promovida por antiguidade a Juiza Titular da Vara do Trabalho de Apucarana (PR), de onde foi removida, a pedido, para a 16ª Vara do Trabalho de Curitiba (PR). Em 2001 foi promovida por merecimento ao cargo de Desembargadora do Trabalho, onde atua na 2ª Turma, que presidiu nos biênios 2003-2005 e 2011-2012. Atua também na Seção Especializada do Tribunal desde a sua criação, a qual preside desde março de 2015. Preside a Comissão de Uniformização de Jurisprudência, função que já exerceu de 2006 a 2010. Foi diretora da Escola Judicial do TRT 9ª Região no biênio 2012-2013. Foi professora de Direito Material do Trabalho na PUC-PR e é professora de Direito Material do Trabalho nos cursos de graduação e pós-graduação do UNICURITIBA; integra a Academia Paranaense de Direito do Trabalho.
Ubirajara Carlos Mendes é natural de Ponta Grossa (PR). Graduou-se em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em 1980. É especialista em Processo Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1986) e em Teoria Crítica dos Direitos Humanos pela Universidad Pablo de Olavide, em Sevilla, na Espanha (2012). É mestre em Direitos Fundamentais e Democracia pela UNIBRASIL (2013). Ingressou em 2001 na magistratura do trabalho no TRT-PR como desembargador em vaga destinada à advocacia pelo Quinto Constitucional. Anteriormente à magistratura, foi assessor jurídico de Juiz do Trabalho e da Vice-Presidência do TRT-PR. Foi presidente da Subseção da OAB em Ponta Grossa, além de chefe de departamento e coordenador do Núcleo de Práticas Jurídicas da UEPG. Exerce o magistério na UEPG desde 1985. Atualmente compõe o Órgão Especial e integra a 7ª Turma de Julgamento do TRT paranaense.
imprensa@trt9.jus.br

Os novos administradores eleitos do TRT-PR, que tomarão posse dia 4 de dezembro. O desembargador Arnor Lima Neto está ao centro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.