Campanha incentiva doação para manutenção do Centro de Educação João Paulo II

O Centro de Educação João Paulo II acaba de ganhar uma campanha publicitária para incentivar as doações financeiras e dar continuidade à educação de 200 crianças e adolescentes. Com o conceito “Tem verdades que a gente queira que fossem mentira”, a campanha conta com mídia impressa, spots de rádio e filmes para TV e Internet.
Assinada pela Master, a campanha revela as dificuldades financeiras pela qual o Centro Educação João Paulo II passa a partir da ótica de seu principal público – as crianças atendidas integralmente pela instituição.
Partindo do pressuposto de que criança não mente, a campanha mostra alunos respondendo perguntas, conectados a um aparelho “detector de mentiras”. No final, a resposta verdadeira impacta o público e indica o site da escola (joaopaulosegundo.org.br) onde podem ser encontradas todas as informações necessárias para efetuar a doação.
“A campanha só foi possível graças a um verdadeiro mutirão solidário. Desde a criação por parte da equipe da Master, passando por toda a produção da Fantástica, Lua Nova e do Ziviane, até a locução do Ferreira Martins, toda a campanha é pro bono e vai contar com vários parceiros de mídia para veicular a mesma” explica Antonio Freitas, presidente da Master Comunicação.
Herança de Belmiro Valverde
Criado em 2007 pelo professor Belmiro Valverde Jobim Castor (1942-2014), o Centro de Educação João Paulo II busca proporcionar uma melhor qualidade de ensino a crianças de baixa renda de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. Atualmente são atendidas 200 crianças e adolescentes nos dois períodos. Desde a morte do seu fundador, há um ano, a escola vem enfrentando dificuldades financeiras para dar continuidade ao atendimento integral e de qualidade.
Belmiro Valverde era PhD em Administração Pública pela University of Southern Califórnia e foi Secretário de Estado do Planejamento e Secretário de Estado da Educação. Foi também professor do Doutorado em Administração da PUC-PR e membro da Academia Paranaense de Letras. Era casado com a educadora Elizabeth Castor, atual presidente do Centro João Paulo II.
andre@nqm.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.