Curitiba registra a média de 4 incêndios por dia

O disjuntor de sua casa ou empresa cai frequentemente? Você adquiriu vários aparelhos eletrônicos nos últimos anos? Você usa o famoso e proibido adaptador “T”?
Se a resposta foi sim para qualquer uma destas perguntas, você pode estar correndo risco de incêndio.
De acordo com o Corpo de Bombeiros do Paraná, em Curitiba foram registrados 1.186 incêndios de janeiro até agora, sendo 494 em edificações – uma média aproximada de 4 incêndios por dia. Em todo o Paraná, foram 11.576 ocorrências. Segundo o Instituto Sprinkler Brasil, durante o primeiro semestre de 2015, houve um aumento de 75% no número de incêndios no Estado.
Segundo o Engenheiro Eletricista Fábio Amaral, diretor da Engerey, grande parte dos incêndios são causados por curtos circuitos, originados da sobrecarga na fiação elétrica.
“No momento da instalação é calculada uma quantidade de corrente elétrica que será utilizada em cada tomada. Com o passar dos anos, há aquisição de novos aparelhos eletrônicos e há a utilização do adaptador T para plugar diversos aparelhos a mesma tomada. Se a corrente elétrica da soma dos aparelhos for maior que a suportada pela tomada, esta poderá causar curto e chegar até a derreter. Isso também sobrecarrega a fiação, o que pode vir a ocasionar curtos e faíscas em locais em que não é possível ver”.
Neste momento há a queda do disjuntor, que é um sinal de que o fio está esquentando mais do que deveria. Amaral compara esta ocasião com uma bomba relógio, que causará problema mais cedo ou mais tarde.
Contudo, cuidados simples mais importantes podem evitar este risco. “É preciso verificar o que está acontecendo, trocar a fiação por uma mais grossa ou destinar um fio e um disjuntor para cada tomada. Aposentar o uso de adaptadores é importante para evitar sobrecargas”, afirma.
Recentemente, Fábio Amaral lançou um aplicativo intitulado Be-a-Bá da Elétrica, que auxilia eletricistas e demais profissionais do setor a evitar erros de cálculos e assim garantir a segurança em uma instalação. “O profissional não precisa mais entrar nos sites dos fabricantes, acessar diversas normas para assim cruzar informações e efetuar seus cálculos. É possível encontrar tudo pronto no Be-a-Bá, em tabelas e também em ferramentas que efetuam cálculos automaticamente”, conta.
O aplicativo está disponível gratuitamente através das lojas Apple Store e Google Play. Ainda é possível solicitar a versão impressa e recebê-la em casa gratuitamente pelo site: www.reymaster.com.br
<patistedile@gmail.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.