Empresas apontam perspectivas para o fechamento do ano e destacam a busca pela eficiência

Em sua 24ª edição, a Pesquisa Nacional de Remuneração, organizada pela Deloitte, reúne as principais tendências relacionadas à gestão de pessoas. O atual momento de instabilidade econômica ganha destaque no aumento da parcela das empresas que aponta expectativa de retração no volume de negócios no fechamento de 2015 – já que 21% dos respondentes afirmam esse ponto, contra 7% na edição de 2014. A maior parte das empresas (54%), porém, prevê manutenção dos resultados em comparação ao ano anterior.
O resultado acima, sobre o desempenho para os próximos meses de 2015, e os destaques a seguir foram apurados a partir das informações reveladas pelas 151 empresas participantes, localizadas nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste do País:
·         Em um contexto de incertezas na economia, as empresas buscam por desenvolvimento organizacional, tendo como prioridades de investimento a procura por melhorias internas e mais eficiência para manter o ritmo de negócios, com foco narevisão de estrutura e de processos (63%) e na melhoria da qualidade e aumento de produtividade (62%).
·         O tópico treinamento e capacitação da mão de obra continua em evidência. Em 2014, ele aparecia em primeiro lugar e, na nova edição, fica em terceiro, com 52% das respostas múltiplas à questão.
·         Apesar da indicação de queda no destino dos investimentos para treinamento e capacitação da mão de obra, a manutenção/criação de programas de desenvolvimento e liderança aparece em primeiro lugar, com 59% das respostas, entre os diversos temas em que a área de RH irá concentrar os seus esforços.
·         Uma das práticas de recrutamento mais destacadas é o acesso a currículos/candidatos por meio de internet, e-mail ou redes sociais, item que obteve 68% das respostas em questão múltipla. O percentual de 2015 aponta aumento em relação aos 56% registrados no ano anterior.
·         Os benefícios concedidos aos profissionais também aparecem como um ponto de atenção para algumas empresas participantes, as quais pretendem reavaliar seus pacotes com foco na melhoria de custo e qualidade.
·         Os tipos de remuneração mais utilizados pelas empresas, além da remuneração fixa, continuam sendo os bônus e incentivos de longo prazo para presidentes e diretores e PLR (Participação nos Lucros e Resultados) para os demais profissionais.
Sobre a Deloitte
A Deloitte oferece serviços nas áreas de Auditoria, Consultoria Empresarial, Consultoria em Gestão de Riscos, Consultoria Tributária, Financial Advisory e Outsourcing para clientes dos mais diversos setores. Com uma rede global de firmas-membro em mais de 150 países, a Deloitte reúne habilidades excepcionais e um profundo conhecimento local para ajudar seus clientes a alcançar o melhor desempenho, qualquer que seja o seu segmento ou região de atuação.
No Brasil, onde atua desde 1911, a Deloitte é uma das líderes de mercado e seus 5.500 profissionais são reconhecidos pela integridade, competência e habilidade em transformar seus conhecimentos em soluções para seus clientes. Suas operações cobrem todo o território nacional, com escritórios em São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Joinville, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Ribeirão Preto e Salvador.
<monicas@centrodecomunicacao.com.br>
<monicas@centrodecomunicacao.com.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.