Caroline Queiroz, sócia-proprietária do Café Perfetto e da Carmo Sul e também mestre de torra e barista, fará um evento em parceria com o guia urbano eletrônico Yelp, com o intuito de aprimorar as habilidades sensoriais dos participantes com o método cupping (termo em inglês para a degustação do café feita com o olfato e o paladar). "É um método muito usado para ensinar os apreciadores do bom café a reconhecer e determinar a qualidade dos grãos de café e tipos de torra", explica.
            O evento, que acontece na quarta-feira, dia 21 de outubro, às 19h30, conta ainda com trufas da Miss Brigadeiro e pães de queijo e croissants do Empório Kaminski que farão a parte de harmonização. Vale lembrar ainda que o evento é fechado para convidados do Yelp.
crédito foto : Rodrigo Félix
Sobre a empresa:
            Criado em 2007, a marca de cafés paranaense Perfetto acaba de passar por uma reformulação de torras e embalagens e, em breve, iniciará a comercialização nos mercados locais. Mais moderno e com foco no café gourmet e especial 100% arábica, o produto é apresentado moído ou tradicional em quatro tipos de torras: média clara, média, média escura e escura.
            Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), o grão está presente em 98,2% dos lares brasileiros.As regiões onde o consumo mais cresceu em 2014 foram o Nordeste (+ 9,1%), o Sul (+ 8,8%) e o Centro Oeste (+7,8%). Outra estimativa é que o setor cresça de forma mais intensa em 2015, alcançado 21 milhões de sacas no ano.
            Com a reformulação da marca, a expectativa do Café Perfetto é aumentar as vendas em 50% em 2015. O cultivo é feito em Cornélio Procópio (PR), em lavoura mecanizada, mas com seleção somente de frutos maduros e de peneira alta. A secagem é feita no processo cereja descascado. Segundo Caroline Queiroz, sócia-proprietária do Café Perfetto e também mestre de torra e barista, a torra do produto é considerada artesanal, já que é feita em pequenos lotes, garantindo um maior cuidado em todo o processo. “Outro diferencial é manter o café o mais fresco possível. Por isso, nossas torras são de no máximo 10 dias para entrega”, explica.
            Como o próprio nome diz, o objetivo da marca é oferecer um café perfeito, com sabor, aroma e corpo ideais para os vários momentos do dia: para relaxar, compartilhar, estimular ou despertar, dependendo da torra.
            Vale lembrar que o café gourmet exige um processo específico para produzir uma bebida “Premium”: adequação climática, solo e técnicas de manejo, moagem e torragem controladas, além da embalagem especial para evitar oxidação. Já o café especial é ainda mais selecionado, feito com os cafés mais finos da lavoura. Pode ser inclusive tomado sem açúcar já que o amargor não predomina tanto.
            Inicialmente, os cafés serão disponibilizados em embalagens de 250g, 500g e 1kg, na CarmoSul (sede da empresa).
Os tipos de torra – Na média clara (15 a 16 minutos de torra), o sabor deste café exalta a suavidade. O café fica menos aromático, porém menos amargo. A torra média (em torno de 17 minutos), o café fica equilibrado, as características se acentuam e o aroma é maior, porém é indicado principalmente para máquinas de café espresso, mas pode ser usado para coador também. A torra média escura (18 minutos) deixa o café um pouco mais amargo e aromático, mais forte que o tradicional. E a torra escura (19 minutos) é o café super forte, com sabor acentuado já que os óleos naturais são mais desprendidos do grão.
Serviço:
Padre Anchieta, 1020, Curitiba.
Rafaela Salomon

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu