Família, Patrimônio e Empresa: como os três elos devem ser tratados na sucessão?


É perfeitamente normal pensar que a sucessão em uma empresa familiar possui elementos complexos pelos envolvidos, mas não é tão complicado quanto parece. Tudo bem que os laços familiares se encontram com o patrimônio físico construído ao longo dos anos e com a empresa em si, mas esses fatores não devem ser encarados como algo assustador.


Eduardo Valério, Diretor-Presidente da JValério, especializada em empresas familiares, explica quais são os três aspectos quando falamos sobre o tema: Suceder o patrimônio; suceder a gestão e a sucessão na família propriamente dita.

“Cada um destes três elos possuem um conjunto específico de competências, totalmente diferentes entre si. Portanto quando o tema for sucessão sempre é bom lembrar que mesmo  diferentes, todos esses conjuntos são complementares”.

Não pode confundir nunca
E se o Plano de Sucessão Familiar sempre deve ter um processo envolvendo estes três braços (família, patrimônio e empresa) é preciso ficar atento com as possíveis dificuldades que este plano vai enfrentar – e que não são observadas nos outros modelos organizacionais.

“Normalmente, quando a família pensa em sucessão, ela observa apenas o aspecto da gestão da empresa. Neste caso, a gestão não pode ser confundida com laços sanguíneos ou relação de parentesco. Para ‘comandar’ uma empresa são necessários atributos e competências específicos que são demandados pela estratégia empresarial e não pelo desejo dos familiares” explica o especialista.

Cada lado precisa ter as suas prioridades
Eduardo Valério afirma que no Acordo de Família são estabelecidas as regras da sucessão justamente para evitar desgate dentro da própria família. “O mesmo vale para as questões envolvendo o patrimônio, entretanto já nesta fase entram os aspectos tributários, fiscais, jurídicos da sucessão. No lado da empresa, a sucessão na empresa deve ser seguida através de aspectos estritamente técnicos e com base no planejamento Estratégico da Organização” enumera Eduardo Valério.  

Foto: Unplash Pixabay


Sobre Eduardo J. Valério
Eduardo J. Valério é graduado em graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Estratégia e Marketing pela Kellogg Business School e especialista em Governança Corporativa para Empresas Familiares pela Wharton Bussiness School, Pennsylvania. Eduardo é diretor-presidente da J. Valério Consultoria S/C Ltda, associada à Fundação Dom Cabral (FDC) para os estados do Paraná e Rondônia, e vice-Presidente da Federação Nacional das Associações dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (FENADVB).

Sobre a JValério
A JValério é uma consultoria associada à Fundação Dom Cabral (FDC), escola de negócios especializada no desenvolvimento de executivos e empresas. A missão da JValério é contribuir para o desenvolvimento das empresas, dos executivos e das pessoas e ser a primeira opção nas soluções empresariais para clientes e parceiros. A JValério busca um crescimento sustentável e atua em vários segmentos, com empresas com as mais diversas características.
JValério – Gestão da Empresa Familiar
Rua Ubaldino do Amaral, 856 – Centro
Telefone: (41) 3243-7159
Site: http://www.jvalerio.com.br/
Fonte: kakoi Comunicação
www.kakoi.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.