Golfe: Paranaense Daniel Stapff é vice-campeão no México

O golfista paranaense Daniel Stapff obteve neste domingo seu melhor resultado no PGA Tour Latinoamérica, o principal circuito de golfe do continente. Stapff foi vice-campeão do Mundo Maya Open, etapa disputada no México.

Stapff, do time de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Golfe (CBG), somou 272 tacadas (parciais de 66/67/67/72), contra 270 (71/68/66/65) do campeão, o americano Nicholas Lindheim, que jogou 65 (-7) na volta final para tirar as cinco tacadas de vantagem que o brasileiro tinha sobre ele.

Medalha de prata por equipes nos Jogos Mundiais Militares na semana passada, na Coréia do Sul, Stapff, de 25 anos, foi o primeiro do ranking brasileiro de golfe no ano passado, e atualmente disputa o PGA Tour Latinoamérica, que dá vagas para o Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour.

A CBG apoia o atleta, que conta com os serviços do preparador físico da entidade, Paulo Mazzeu, e do regional coach do Paraná, Luiz Miyamura. Antes de embarcar para a Coréia do Sul, Stapff passou por um treinamento de putting (tacadas curtas, para embocar a bola no buraco) com Nico Barcellos, diretor técnico da CBG, no Itanhangá Golf Club, no Rio de Janeiro. Foi utilizado no treinamento o Sam Putt Lab e o Flightscope X2, equipamentos de última geração de análise de putting e de swing adquirido pela entidade em convênio com o Ministério do Esporte.

No final de setembro, Stapff foi 8º colocado no Aberto do Brasil, que também faz parte do PGA Tour Latinoamérica. Alexandre Rocha, que venceu o Aberto do Brasil, está em 3º lugar no ranking do circuito, e terminou empatado em 16º lugar no México, com 279 tacadas (65/75/67/72). Os seis primeiros colocados no torneio ganham pontos para o ranking mundial, que definirá quem representará o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016. 

Stapff deve pontuar no ranking mundial que será divulgado nesta segunda-feira. Os brasileiros melhor posicionados na lista são o gaúcho Adilson da Silva, que disputa os circuitos sul-africano e asiático, e o paulista Lucas Lee, que acaba de conquistar uma vaga no PGA Tour. Se os Jogos fossem hoje, Silva e Lee seriam os classificados, pois são os dois brasileiros mais bem posicionados no ranking mundial. Jogarão as Olimpíadas 60 homens e 60 mulheres, com um limite de dois atletas por categoria por país (com exceção dos países que têm golfistas entre 15 primeiros do ranking mundial, que poderão levar até quatro representantes).

Adilson foi neste domingo 11º colocado no Macau Open, etapa do tour asiático disputada na China, e também vai pontuar no ranking mundial, que será divulgado nesta segunda-feira. Lee foi recentemente medalha de ouro no individual nos Jogos Mundiais Militares, e prata por equipes, junto com Stapff e outros golfistas brasileiros.

Os resultados do Mundo Maya Open estão no site www.pgatour.com/la/es/tournaments/mundo-maya-open-presentado-por-heineken/leaderboard.html


Daniel Stapff foi vice-campeão no México (Crédito: Enrique Berardi/PGA Tour)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.