II Festival Sul Americano dos Sagrados Saberes Femininos tem prévia neste sábado (31)

Neste sábado de Dia das Bruxas (31), o II Festival Sul Americano dos Sagrados
Saberes Femininos aquece o caldeirão numa celebração prévia aos dias do
encontro.  Com início às 19h, a fogueira demarca o espaço Naya Terapias
Ayurvédicas, que terá caldeirão com chá, leitura de Tarot e cartas xamânicas,
barraca do Sopro Sagrado com rapé, além do bailado por conta de Alohabana e
Nanan. Com contribuição de R$20, quem comparecer também concorre a vários
sorteios, dentre eles ingresso para o Festival e cerimônias.
 
             Em sua segunda edição, o
Festival acontece entre os dias 18 e 22 de novembro e já conta com inscrições
de várias partes do mundo! Serão 5 dias de imersão em busca da ancestralidade
feminina, o Sagrado Feminino existente em todos nós, tanto homens como
mulheres, com convidados de toda a América Latina, dentre eles abuelas
(anciãs), mulheres medicina, temazcaleiras, artistas, terapeutas, parteiras,
curandeiras e lideranças indígenas. O encontro será na chácara Tempero da
Serra, na região de Curitiba com toda a estrutura pro Festival em meio à
natureza.
               
O Sagrado Feminino engloba saberes relacionados à colaboratividade ao invés da
competitividade, ao respeito aos ciclos naturais, ao culto à Mãe Terra em lugar
da exploração irracional dos recursos naturais, ao amor ao invés do medo. São
valores inerentes à mulher guardados e passados às próximas gerações como um
tesouro. É o caso da Abuela María Huenuñir, facilitadora de círculos de cura do
Peru, do Maory Atumchury, guardião da Memória da Tribo da Lua da Colômbia, e de
Iliana Coyoxausqui, mexicana líder do Tambor da Dança da Paz do Fogo Sagrado de
Itzachilatlan, alguns dos ministrantes que virão ao Festival. Também do Brasil,
Gisele de Menezes vem de Porto Alegre transmitir a Magia da Cleópatra, Celita
Djaxuka representa a etnia Guarani e Suely Carvalho, coordenadora da Rede
Nacional de Parteiras Tradicionais do Brasil, vem de Pernambuco.
Segundo as organizadoras, Anna Sazanoff e Noélle Bonacin,
encontros em que as mulheres se reúnem ao redor do fogo e cultivam esses
saberes são comuns em toda a América Latina. “No Brasil, apesar de termos
tantas sabedorias tradicionais por conta dos indígenas, parteiras, curandeiras,
benzedeiras…, não temos acesso a elas e nem são difundidas ao grande
público”, comenta Anna. Segundo ela, com a procura por métodos de cura não
convencionais e autoconhecimento, é importante que o Brasil resgate os saberes
ancestrais de nossa cultura, pois até a ciência já comprova sua eficácia.
As inscrições para o Festival ainda estão abertas, e podem ser
feitas pelo site http://saberesfemininos.wix.com/site. Para mais informações
e atualizações, siga também a página do evento no Facebook: Festival Sul Americano
dos Sagrados Saberes Femininos.
Serviço:
Aquecendo
o Caldeirão – II Festiva dos Sagrados Saberes Femininos
Data
e horário: 31 de outubro de 2015 (sábado), às 19h
Local:
Naya Terapias Ayurvédicas (R. Fernandes de Barros, 1426 – Hugo Lange – Curitiba)

R$20
<awarecomunicacao@gmail.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.