Itaipu Binacional bate recorde de geração horária

A Itaipu Binacional bateu por duas vezes consecutivas o recorde de geração horária de energia elétrica, nesta terça-feira, 20. A primeira marca foi atingida entre 12h e 13h (horário de verão brasileiro), quando a usina produziu 14.145 megawatts. À tarde, a geração voltou a surpreender e a hidrelétrica gerou 14.167 megawatts. Antes disso, a maior geração histórica horária havia sido registrada em março deste ano, com 14.116 megawatts.

O recorde se deve à situação hidrológica extremamente favorável vivida por Itaipu e à capacidade de demanda do Brasil e do Paraguai. Com a cheia dos últimos 12 dias, a usina está com o reservatório em 100% de armazenamento, em condições plenas de atender o consumo de energia dos dois países, sócios do empreendimento. Na sexta-feira passada (dia 16), mesmo suprindo toda a energia pedida pelo setor, a usina chegou a verter. O vertimento durou três dias.

De segunda-feira (19) para cá, a geração está em carga máxima. Nesse ritmo, a binacional está respondendo por 17% de toda a energia consumida no Brasil e mais de 75% do mercado paraguaio. A Itaipu Binacional é maior usina hidrelétrica de energia limpa e renovável do planeta. Dificilmente uma hidrelétrica ultrapassará os mais de 2,2 bilhões de megawatts desde sua entrada em operação, há 31 anos.

A Itaipu
Com 20 unidades geradoras e 14.000 MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,2 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de cerca de 17% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 75% do Paraguai. Desde 2003, Itaipu tem como missão empresarial “gerar energia elétrica de qualidade, com responsabilidade social e ambiental, impulsionando o desenvolvimento econômico, turístico e tecnológico, sustentável, no Brasil e no Paraguai”. A empresa tem ainda como visão de futuro chegar a 2020 como “a geradora de energia limpa e renovável com o melhor desempenho operativo e as melhores práticas de sustentabilidade do mundo, impulsionando o desenvolvimento sustentável e a integração regional.

Imprensa Itaipu

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.