Passivo trabalhista pode ser evitado de maneira eficaz

O passivo trabalhista no Brasil é um dos maiores do mundo. Segundo o Conselho Nacional de Justiça, apenas em 2012 (último levantamento realizado) foram registrados 7 milhões de processos.
Estes dados ficam ainda mais alarmantes se comparados com outros países, como Estados Unidos, com apenas 75 mil processos. No Japão, os dados são ainda mais impressionantes, com apenas 2.500 processos anuais.
Diante deste cenário, boas práticas de governança são fundamentais para que as empresas identifiquem os riscos trabalhistas inerentes à sua atividade econômica.
Com 20 anos de know how no mercado, o escritório Becker Flores Pioli Kishino – Direito Empresarial desenvolveu um novo conceito prático de atuação preventiva, que será apresentado no 1ª Seminário de Governança Trabalhista promovido pelo Instituto Brasileiro de Governança Trabalhista (IBGTr).
Segundo a presidente do IBGTr, Danielle Vicentini Artigas “a Governança Trabalhista é estruturada em sete pilares. Primeiro é necessário identificar o grau de maturidade da empresa e a sua atuação em cada um desses pilares, para, então, implantar e monitorar boas ações, por intermédio de um plano de ação estratégico”.
Este conceito inovador tem atraído cada vez mais empresários interessados em colocar em prática boas ações para os seus negócios.
No 1o Seminário de Governança Trabalhista, que será realizado no dia 15 de outubro em Curitiba, no EBS Business School, serão apresentados aos participantes os setes pilares, com destaque para dois deles: relações sindicais e compliance. Após cada palestra haverá um debate e a apresentação de cases de sucesso.
O evento contará com a participação de nomes renomados no mercado, como Bernt Entschev (De Bernt Entschev Human Capital), Marcos Turbay (Ernst & Young), Marcos Fraga (Thyssen Krupp), Younder Kou (AAM do Brasil), entre outros, além de advogados e juristas especializados no assunto.
PROGRAMA
I Seminário de Governança Trabalhista – Instituto Brasileiro de Governança Trabalhista (IBGTr)
Os pilares da Governança Trabalhista – 15 de outubro
ABERTURA (8H30) – Danielle Vicentini Artigas (presidente do IBGTr)
PAINEL 1 (8H50/10H20) – Os 7 pilares da Governança Trabalhista / Entenda o grau de maturidade da sua empresa
Palestrante: Leonardo Zacharias (IBGTr)
Debatedores: Altair Turbay (Cais Conhecimento), Juiz de Direito Tiago Gagliano Pinto Alberto e Marilia Bugalho Pioli (BFPK Direito Empresarial)
COFFEE BREAK 10h20/ 10h40
PAINEL 2 (10H40/ 12H10) – Pilar de Relações Sindicais / Uma boa negociação exige preparação
Palestrante: Luciana Gradowski (Sindicato de Indústria da Construção Pesada)
Debatedores: Danielle Vicentini Artigas (IBGTr), Cesar Pasold Jr (M tostes Advogados) e Yonder Kou (AAM do Brasil)
ALMOÇO 12H10/ 13H30
PAINEL 3 (13h30/ 15h30) – Pilar de Compliance/ Prevenindo e minimizando riscos corporativos
Mesa Redonda – Debatedores: Júlio Turbay (Comportamento Psicologia do Trabalho), Alessandra Lucchese (IBGTr), Marcos Fraga (Thyssen Krupp), Marcos Turbay (Ernst & Young), Ana Carolina Tavares Torres (Ferramentas Gerais), Ricardo Becker (BFPK Direito Empresarial)
PALESTRA MAGNA (15H30/16H30) – Corrupção/ Problemas e Soluções/ Governança Trabalhista e Compliance como instrumento de Transformação
Palestrante: Dr. Deltan Dallagnol
ENCERRAMENTO (16h30)
Palestrante: Danielle Vicentini Artigas (presidente do IBGTr)
COQUETEL E DEGUSTAÇÃO DE VINHO (16H40)
Informações Extras:
Local: Engenheiro Rebouças, 2176 – Rebouças/ Curitiba –PR
Estacionamento: R. Engenheiros Rebouças, 2155
Contatos: (+55) 3051-1094/ Contato@ibgtr.com.br
Inscrições:
Associados IBGTr: R$ 100,00 até 08/10. R$ 150,00 a partir de 09/10.
Não Associados: R$ 200,00 até 08/10. R$ 250,00 a partir de 09/10.
Vagas Limitadas
elaine@literallink.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.