Pesquisa mostra o efeito da dieta sobre os ossos na menopausa

Atualmente, as mulheres de qualquer idade buscam por um corpo bonito e saudável e para isso, muitas recorrem ao regime alimentar sem saber os perigos em relação a perda de peso. Pesquisa publicada neste ano pelo The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism mostra que as mulheres na menopausa que perderam peso ao longo de um período de dois anos estão também comprometendo a saúde dos ossos.
Segundo o especialista em coluna da Unifesp, Dr. Vinicius Benites, a dieta para emagrecer traz perda de massa gorda (gordura), massa magra (músculos) e principalmente massa óssea, podendo acarretar na osteopenia (diminuição da massa óssea) ou até na osteoporose (doença metabólica, sistêmica, que acomete todos os ossos). “As mulheres em idade pós menopausa devem perder peso associando dieta e atividade física para que não haja deficiência de volume ósseo e muscular juntos com a perda de gordura”, afirma o neurocirurgião.
Os exercícios mais indicados são os de fortalecimento e anaeróbica, como a musculação ou o pilates.
Osteoporose
No Brasil, a osteoporose atinge 10 milhões de pessoas sendo que um terço das mulheres irão desenvolvê-la após a menopausa, segundo relatório da Associação Brasileira de Avaliação Óssea. Benites explica que a osteoporose é uma doença na qual os ossos ficam mais poróticos, e consequentemente, mais frágeis. “A perda de massa óssea que pode ser provocada em um regime alimentar sem cuidados e acompanhamento de uma atividade física pode levar a dor nas costas, como se fosse um cansaço crônico. Além disso, com a maior fragilidade dos ossos, estes podem sofrer fraturas mesmo com traumas leves, como por exemplo numa freada brusca ou com a queda da própria altura”, diz o especialista.
Sobre o Dr. Vinicius Benites: neurocirurgião, especialista em doenças da Coluna.
Dr. Vinicius Benites realizou especializações em Cirurgia da Coluna Vertebral com um dos maiores e mais reconhecidos nomes da área, o Prof. alemão Dr. Jurgen Harms, no Spine Surgery Center da Klinikum Karlsbad Langensreinbach, e também no Center for Spinal Surgery and Neurotraumatology, ambos na Alemanha.
Dr. Benites domina três idiomas, inglês, alemão e italiano, atua no consultório privado em São Paulo e Guarulhos, além de ser médico do Grupo de Coluna, da disciplina de Neurocirurgia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM-UNIFESP), onde exerce funções acadêmicas, assistenciais e de pesquisa.
O neurocirurgião possui o Título de especialista em Neurocirurgia pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) e reconhecido pela Associação Médica Brasileira (AMB). O renomado médico recebeu como prêmio pelo aproveitamento nas provas da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, uma bolsa de estudos oferecida pela Sociedade Alemã de Neurocirurgia.
 grasiela@crcomunicacao.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.