Psicodália 2016: Nação Zumbi confirma participação

Há 20 anos, um dos grupos mais importantes do país lançava seu primeiro registro para a posteridade. “Da Lama ao Caos”, álbum de estreia de Chico Science & Nação Zumbi saiu em abril de 1994. O trabalho foi marco de uma turma que criou uma cena que criou um movimento que, enfim, desestabilizou o eixo da produção musical no Brasil. Como a obra de outras bandas conterrâneas, era o expressar sonoro dos caranguejos com cérebro, da parabólica na lama, e tudo o mais que as pessoas sabem, sentem, ou ouvem dizer como manguebeat. A diferença é que essa banda das cercanias de Recife se fez conhecida no mundo, muito mais do que todas as outras.

A Nação Zumbi é mais uma atração confirmada para o psicodália 2016, ao lado de Steppenwolf, Cidadão Instigado e O Terno​. 

O segundo álbum, Afrociberdelia, chegou em junho de 1996, e em menos de um ano, a banda – e o mundo – perdeu Chico Science. Apesar do baque gigantesco, não foi o fim. A Nação Zumbi se reestruturou e soube se reinventar ano após ano, disco após disco até chegar aqui.  Acumulou então mais seis álbuns de estúdio – CSNZ (1998), Rádio S.Amb.A (2000), Nação Zumbi (2002), Futura (2005), e o novíssimo, novamente intitulado Nação Zumbi – além de dois álbuns ao vivo que também viraram vídeos em DVD –Propagando ao Vivo (2006) e Ao Vivo no Recife (2007).
Nação Zumbi (slap/Natura Musical), décimo álbum, foi produzido por Berna Ceppas e Kassin, que também participam de algumas faixas com diversos synths e programações agregados àquele peculiar som de uma tonelada, que o sexteto consegue emitir. “Cicatriz” abre o novo trabalho entre o iê-iê-iê e o bolero pós-moderno, com a guitarra de Lucio Maia por vezes entoando surf music de algum deserto – e comprova a vontade da banda em não se ater a modelos consagrados. Estão no disco também o baixo marcante de Dengue, letras inspiradíssimas, parcerias com Marisa Monte, com o tecladista norte-americano Money Mark, e com o coprodutor de Fome de Tudo – o brasileiro radicado nos EUA Mario Caldato, Jr.  O álbum Nação Zumbi ainda traz as vozes de Lula Lira (filha de Chico Science e cantora do projeto Afrobombas, encabeçado por Jorge du Peixe) e Laya Lopes (cantora da banda O Jardim das Horas).
O intervalo entre os álbuns foi mais do que salutar para a banda. Milhares de passos e milhões de outros lugares, o que era leitmotiv então ficou na essência. Hoje, a banda suscita o manguebeat, mas também faz nascer outros sons, de uma seara lavrada por tantos anos. Não é acaso a Nação Zumbi ser até hoje uma das bandas mais influentes e respeitadas na música brasileira. E “Nação Zumbi”, o disco, agrega todos os elementos que tornou a banda uma das mais respeitadas e influentes desde a década de 90.
Formação: Jorge Du Peixe (VOCAL), Lúcio Maia (GUITARRAS), Dengue (BAIXO), Pupilo (BATERIA), Toca Ogan (PERCUSSÃO), Gilmar Bolla 8 (ALFAIA), Gustavo da Lua (ALFAIA), Tom Rocha (ALFAIA)
Links:
Passaportes
​ Psicodália​
Um dos principais festivais brasileiros, o Psicodália 2016 acontecerá de 5 a 10 de fevereiro, na Fazenda Evaristo, em Rio Negrinho (SC), tendo entre os convidados a banda americana Steppenwolf. Ao todo, a programação terá mais de 50 shows – oficiais e em palco paralelo -, além de cerca de 50 oficinas e workshops, peças teatrais e exibições de curtas, longas e documentários. No site, é possível acompanhar cada nova atração confirmada.
                                                                                
Quem esteve no evento em 2015 terá o privilégio de garantir seu lugar antes, com valor promocional, na pré-venda, nos dias 9 e 10 de novembro. O público em geral poderá comprar o passaporte a partir de 11 de novembro. Nos dois casos, as vendas serão através do Disk Ingresso. Cada lote terá novo valor.
Serviço:
O que: Psicodália 2016
Quando: 05 a 10/02/2016
Onde:  Fazenda Evaristo, em Rio Negrinho (SC)
Passaportes:  www.diskingressos.com.br.  Pré-venda: dias 09 e 10/11/2015 com valores promocionais a partir de R$ 320,00 + txs. Venda para público geral: a partir de 11/11/2015. A compra do passaporte dá direito: camping, shows, oficinas, peças de teatro, mostras de cinema, cozinha coletiva, acesso a restaurantes e bares 24h (alimentos e bebidas não inclusos), visitas a lagoas, cascatas e trilhas; e segurança e limpeza 24h.

Informaçõeswww.psicodalia.com.br​​
<deinverno1@gmail.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.