Recital beneficente arrecada fundos para ajudar na reforma da ala de queimados do Hospital Evangélico de Curitiba

A beleza
das melodias que encantam os amantes da música clássica também está presente em
apresentações beneficentes cujo propósito é arrecadar fundos em prol de uma
ação para ajudar quem mais precisa. Sendo assim, há 6 anos a Associação das
Amigas de Carentes e Queimados, uma associação independente que ajuda o
Hospital Universitário Evangélico, junto com o flautista Maurício Welupek, organiza
um recital para arrecadar fundos para ajudar na reforma da ala de queimados
deste hospital. O evento acontece na próxima sexta-feira, dia 30, às 20h00min,
na Igreja Presbiteriana de Curitiba.  O
ingresso custa R$ 20,00 e poderá ser comprado no dia do recital, na própria
igreja.
Toda renda
decorrente da venda de ingressos será revertida para a esta associação que
existe há 30 anos. Inclusive o cachê artístico foi cedido pelos musicistas para
a instituição. “O recital é muito importante para a associação para angariar
fundos. Nós não doamos dinheiro, mas compramos o que o hospital solicita como
ajuda”, diz Maria José Luchtenberg, presidente da Associação das Amigas de
Carentes e Queimados. Ao longo do ano são organizados chás e outros eventos
para a arrecadação de dinheiro, mas o recital é admirável “pois as pessoas que
assistem elogiam muito a organização e os músicos. Além de nos ajudarem
financeiramente eles agradecem pelo lindo espetáculo que assistem”, complementa
Maria José.
A seleção
das músicas foi feita com muito entusiasmo pelos músicos. “O repertório é
constituído basicamente de miniaturas clássicas, ou seja, peças curtas do
repertório erudito, o que possibilita a abordagem da obra de diversos
compositores, tornando o recital um acontecimento ao mesmo tempo prazeroso e
didático”, conta o Pianista Raul Passos. 
Neste ano foram escolhidos os compositores franceses Francis Poulenc,
César Franck e Jules Mouquet​; os alemães Felix Mendelssohn, Johannes Brahms e
Johann Nepomuk Hummel; além de dois latino-americanos, o argentino Astor
Piazzolla e o brasileiro Heitor Villa-Lobos.
Todos que
apreciam a música erudita e também aqueles que desejam conhecer esse repertório
mais profundamente estão convidados a assistir a esta bela apresentação que
conta com a participação dos músicos Maurício Welupek na flauta, Raul Passos no
piano e Samuel Pessatti no violoncelo. “A cada ano são convidados músicos de
renome para enriquecer ainda mais o evento. No ano passado tivemos a
participação do clarinetista Maurício Carneiro, da Orquestra Sinfônica do
Paraná, e nesta edição o​ convidado é​ o violoncelista Samuel Pessatti,
que também é da Orquestra”, conta Maurício Welupek.
Sobre os músicos:
Maurício Welupek é
Bacharel em Música pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, onde foi
aluno de Luiz Pedro Krull. Fez aulas também com Natanael Rodrigues e Eduardo
Monteiro (RJ) e Masterclasses com Antônio Carrasqueira e José Ananias. Além de
dedicar-se ao ensino, vem atuando de forma crescente no âmbito da música de
câmara ao lado de músicos conceituados como o violonista Mario da Silva e o
pianista Alvaro Siviero. Tem um duo atualmente com o pianista Raul Passos. Foi
convidado a ministrar um Masterclass e realizar alguns concertos na cidade de
Cuiabá, onde também gravará um CD de flauta e violão.
Raul Passos é diplomado em
Composição e Regência pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. No piano,
ao longo de 17 anos, recebeu a valorosa instrução de Vivian Siedlecki. Estudou também
na Universidade Nacional de Música de Bucareste (Romênia) sob a orientação de
Veronica Gaspar, Manuela Giosa e Steluţa Radu. Aprimorou-se ainda em
masterclasses com Helen Yorke (Inglaterra), Edson Elias, Fernando Lopes, Ingrid
Barancoski, Constantin Ionescu-Vovu (Romênia), Claude Bessmann (França),
Giorgia Tomassi (Itália) e Andrea Lucchesini (Itália). Em 2001, aos 18 anos,
foi laureado com o 1º lugar no Concurso Latino-Americano de Piano “Rosa
Mística”. Coube ainda a Raul Passos a primazia da primeira audição no Brasil da
obra Les Soirs Illuminées par l’Ardeur du Charbon, de Debussy. Apresentou-se em
8 estados brasileiros, na Inglaterra, na Romênia, na Rússia e na Colômbia.
Samuel Pessatti iniciou
seus estudos no violoncelo aos 6 anos com a professora Adriane Savytsky. Deu
continuidade nos estudos com Jessiane Frufrek. Com 18 anos viajou para a Suíça
para ter aula com Emanuel Hutsche, professor da Universidade Hochschule de
Zurich e do Conservatório de Winterthur, e com Alexander Neustroev,
violoncelista da Tonhalle Orchester Zurich. Voltando a Curitiba passou a ter
aulas com Maria Alice Brandão, com quem se formou como Bacharel em Violoncelo
pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP).
Participou de vários Festivais
de Música, entre eles dez edições da Oficina de Música de Curitiba e o Festival
Internacional de Música de Gramado, tendo aula com renomados professores como
Gaetano Nasillo, Watson Clis, Claudio Jaffe, Yannick Callier, Catherine
Strynckx entre outros. Foi solista com a Orquestra Filarmônica da UFPR e
convidado para tocar com a Orquestra de Câmara do Conservatório de Winterthur.
Atualmente é integrante da Orquestra Sinfônica do Paraná e do Quarteto
Pantalla.
Serviço:
Recital Beneficente
Local: Igreja Presbiteriana de Curitiba
Rua: Comendador Araújo, 343 – Centro – Curitiba-PR.
Data: 30/10/2015 – Sexta-feira
Horário: 20h00
Valor: R$ 20,00
Repertório
do concerto:
·        
POULENC,
Francis – Cantilena (da Sonata para Flauta e Piano)
·        
MENDELSSOHN,
Felix – Canção sem Palavras op.109 (cello e piano)
·        
VILLA-LOBOS,
Heitor – O Canto do Cisne Negro
·        
FRANCK,
César – Allegro Poco Mosso (4° mov. da Sonata em La Maior para Flauta e Piano)
·        
***intervalo***
·        
BRAHMS,
Johannes – Rapsódia op.119
·        
MOUQUET,
Jean – Pan et les Oiseaux (da suite “La Flûte de Pan”)
·        
PIAZZOLLA,
Astor – Le Grand Tango
·        
HUMMEL,
Johann – Trio para flauta, cello e piano
emanuellespack@hotmail.com

Por Emanuelle Spack

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.