Sandero R.S. Race: uma competição em formato de websérie cheia de adrenalina e bom humor

Estreia hoje a websérie Sandero R.S. Race (www.sanderorsrace.com.br). São cinco episódios semanais na web, sempre às quintas, com provas que destacam a esportividade do recém-lançado Sandero R.S. 2.0 nas pistas, mesclando a habilidade dos participantes e muito bom humor.
A competição tem duas equipes. Uma delas é formada pelo piloto Tarso Marques, pelo ex-CQC e repórter do “Encontro com Fátima Bernardes” Felipe Andreoli, pela jornalista Vanessa Ruiz e pelo fã da marca Murilo Barros. A outra equipe é composta pelo piloto Antonio Pizzonia, pelo humorista e criador do “Porta dos Fundos” Antonio Tabet, pelo jornalista Rodrigo França e pelo entusiasta da marca Silvio Moraes.  
O roteiro explora o desempenho do Sandero R.S. 2.0 em manobras radicais gravadas em três diferentes pistas: Fazenda Capuava (SP), Velo Città (SP) e Autódromo Internacional de Curitiba (PR). Com muita adrenalina e boa dose de diversão, as equipes levam o novo Sandero R.S. 2.0 ao limite nas provas.
Desenhado e desenvolvido pela Renault Sport, em conjunto com as equipes de design e engenharia da América Latina, o Sandero R.S. 2.0 é um legítimo esportivo. Com motor 2.0 aspirado, que entrega 150 cv e 20,9 kgfm com etanol, associado a um câmbio manual de 6 velocidades com relações curtas para maior esportividade, o “hot hatch” atinge a velocidade máxima de 202 km/h e vai de 0 a 100 km/h em apenas 8,0 segundos. O Renault Sandero R.S. 2.0 se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador, além de muito prazer na utilização diária.
Além do propulsor, as principais alterações em relação ao Sandero Dynamique são as novas regulagens de suspensão, o assistente de arrancada em subida (HSA), o sistema de freios a disco nas quatro rodas, o controle eletrônico de estabilidade (ESP) com regulagem específica R.S. e o sistema de direção eletro-hidráulica (EPHS), além dos três modos de condução que podem ser selecionados através do botão “R.S. drive”: Standard, Sport e Sport+ com o ESP desligado.
Por fora, as principais diferenças visuais ficam por conta dos novos para-choques (dianteiros e traseiros), rodas 205/45 R17, saias laterais, spoiler traseiro, dupla saída do escapamento, espelhos retrovisores na cor preta brilhante e inscrição R.S. abaixo do logotipo Renault na grade dianteira e também na tampa traseira.
Criada pela agência Neogama/BBH, a websérie é um projeto inédito, 100% digital, que usa narrativa de storytelling para explorar a performance do Sandero R.S. 2.0. 
Imprensa Renault

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.