Templo da Boa Vontade e a mística da paz

Templo da Boa Vontade e a mística da paz

Em forma de pirâmide, o conjunto arquitetônico do Templo da Boa Vontade (TBV) chama bastante atenção de peregrinos e turistas de várias partes do mundo. São sete faces, revestidas em mármore branco, em plena capital do Brasil. Entretanto, o interior do monumento é o que mais fascina: o local propicia a autorreflexão e a paz. Aclamado como uma das Sete Maravilhas de Brasília, o Templo da Boa Vontade segundo dados da Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF), é o mais visitado da capital brasileira, recebendo anualmente mais de um milhão de pessoas.
Na Nave, o principal ambiente de meditação, o piso em espiral convida os visitantes a percorrer uma faixa de cor escura e outra de cor clara. No meio do trajeto, vê-se a considerada maior pedra de cristal puro do mundo, que emana energias positivas. A caminhada simboliza a busca do ser humano por um ponto de equilíbrio.
A Fonte Sagrada é também um lugar muito prestigiado pelos peregrinos por causa de sua água. Esse líquido precioso percorre diversos filtros, atravessa a Nave do TBV, passando sob o Cristal Sagrado, até jorrar na fonte.
Com uma impressionante decoração, a Sala Egípcia é uma homenagem ao Antigo Egito, civilização que se estabeleceu de forma marcante no mundo, há quase cinco mil anos. Uma nação exuberante, que acreditava na imortalidade da Alma. Para muitos peregrinos, quem nela entra imerge em um ambiente mais elevado. Na entrada, em egípcio antigo, português, inglês, italiano, esperanto, espanhol, francês, alemão, japonês e chinês, está registrado este preceito do fundador do Templo da Boa Vontade, José de Paiva Netto: “Os mortos não morrem”.
A Mandala é uma belíssima obra de arte feita de cristal de rocha com interferência no mármore, em dois planos é também muito procurada por peregrinos e turistas que estendem as mãos em direção ao majestoso painel com o objetivo de fortalecer o Espírito e renovar as energias para enfrentar as batalhas do cotidiano.
Templo da Boa Vontade
Fundado em 21 de outubro de 1989, pelo Diretor-Presidente da Legião da Boa Vontade (LBV), José de Paiva Netto, o Templo da Boa Vontade mantém, desde sua inauguração, as portas abertas a todas as pessoas interessadas em usufruir de sua ambiência de tranquilidade e de seu ideal ecumênico. Durante todo o mês de outubro, uma série de eventos fará parte das comemorações dos 26 anos do monumento que está localizado na 915 Sul — Brasília/DF. Vale a pena conferir a programação. Informações: (61) 3114-1070 e www.tbv.com.br/blog.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.