Chega ao Brasil medicamento oral inovador contra o câncer

São Paulo, 23 de novembro de 2015 – A história dos pacientes brasileiros com Leucemia Linfoide Crônica (LLC), um tipo de câncer do sangue, está prestes a mudar. Até pouco tempo, eles não tinham muitas opções de tratamento, tendo que recorrer a múltiplas terapias, às vezes pouco eficazes, dependendo do estágio da doença. A partir deste mês a Janssen disponibiliza no mercado Brasileiro o IMBRUVICATM(ibrutinibe).

Aprovado em julho deste ano, em regime de priorização, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), o tratamento é uma nova alternativa para pacientes com leucemia linfoide crônica/ linfoma linfocítico de pequenas células (LLC/LLPC)[i], que não responderam ao tratamento inicial ou que apresentaram recaídas.

“Os pacientes com LLC têm poucas opções de tratamento e, muitas vezes, recebem prescrição de várias linhas de terapia à medida que sofrem recaídas ou se tornam resistentes aos tratamentos atuais. O lançamento do IMBRUVICATM (ibrutinibe) traz uma nova alternativa para essas pessoas, com um tratamento oral, menos efeitos adversos e que possibilita uma melhora na qualidade de vida dos pacientes”, diz o Dr. Luis Henrique Boechat, diretor Médico da Janssen no Brasil.

“Com o desenvolvimento e a chegada de novos medicamentos chegamos a um ponto em que o diagnóstico de alguns tipos de câncer, como a LLC, deixou de ser uma sentença de morte para o paciente. No caso da LLC tem o agravante da idade. Os pacientes em geral têm mais de 70 anos e estão mais sensíveis às terapias mais agressivas como a quimioterapia, por isso um medicamento como este, que age diretamente na parte da célula responsável pela doença, contribui para melhorar a forma como os pacientes convivem com a LLC mantendo o bem estar e melhorando os índices de sobrevida”, explica o Dr. Guilherme Perini, hematologista no Hospital Israelita Albert Einstein.

A LLC é um câncer do sangue, de crescimento lento, que atinge as células brancas do sangue (linfócitos), com maior prevalência em pacientes com uma média de idade de 72 anos no diagnóstico2. O ibrutinibe é um medicamento oral, com uma tomada diária, que inibe a multiplicação da tirosina quinase de Bruton (BTK), uma proteína diretamente ligada à proliferação e sobrevivência das células neoplásicas.  Nos últimos estudos clínicos apresentados, o medicamento teve resultados significativos de sobrevida livre de progressão e sobrevida global em pacientes que não tiveram resultados no primeiro tratamento 3,4.

Sem quimioterapia convencional
Em março deste ano o IBOPE Inteligência realizou uma pesquisa a pedido da Janssen, com mais de 2002 brasileiros, que avaliou o conhecimento sobre a doença do diagnóstico ao tratamento e reforça a importância do novo medicamento para os pacientes. O estudo mostrou que 64% dos entrevistados, que declararam saber o que é leucemia, associam o tratamento de uma leucemia com quimioterapia, que normalmente tem uma conotação negativa na qualidade de vida do paciente, e somente 13% dos entrevistados que sabem o que é leucemia indicou comprimidos orais como forma de tratamento.

Na população com mais de 55 anos, os mais atingidos pela LLC, a associação com quimioterapia é de 57% para aqueles que sabem o que é leucemia. Ainda considerando esta população 69% concordam que o tratamento quimioterápico é agressivo e afeta a qualidade de vida do paciente e 56% disseram que se tivessem que tratar uma leucemia dariam preferência a uma terapia oral.
Eficácia comprovada em estudos clínicos

A segurança e a eficácia de ibrutinibe foram avaliadas em vários estudos clínicos apresentados recentemente. O principal estudo Fase 3 RESONATE™ (PCYC-1112), em pacientes com LLC recidivada ou refratária (R/R) que receberam pelo menos uma terapia anterior, os resultados representam taxa de resposta global de 63% em pacientes que falharam a primeira terapia e, após o primeiro ano, uma redução de 78% de progressão ou morte dos pacientes tratados com ibrutinibe e os índices de sobrevida global representam a redução de 57% do risco de morte nos pacientes tratados com o medicamento.
Sobre o ibrutinibe

Ibrutinibe funciona bloqueando uma proteína específica chamada tirosina quinase de Bruton (BTK).1 A proteína BTK transmite sinais importantes que dizem às células B para amadurecer e produzir anticorpos e está envolvida na multiplicação e propagação de células neoplásicas específicas.1,4 O ibrutinibe bloqueia a BTK, inibindo a sobrevivência da célula neoplásica e sua replicação1.
O medicamento está aprovado em 49 países, incluindo os 28 países que compõem a União Europeia, América Latina (México e Uruguai), Canadá e Estados Unidos, onde recebeu a designação de breakthrough therapy, termo utilizado pelo Food and Drug Administration (FDA), para terapias inovadoras, que concedeu ao medicamento aprovação acelerada neste país.
Sobre a leucemia linfoide crônica

A leucemia linfoide crônica (LLC) é um câncer do sangue, de crescimento lento, que surge mais comumente a partir de células B, um tipo de glóbulo branco (linfócito) que se origina na medula óssea.5,6 A LLC é predominantemente uma doença dos idosos, com média de idade de 72 no momento do diagnóstico.5

Referências
[1] IMBRUVICA Prescribing Information, January 2015
2Decision Resources 2013.
3 – Byrd, JC, et al. “Ibrutinib versus Ofatumumab in Previously Treated Chronic Lymphoid Leukemia.” The New England Journal of Medicine 371 (2014): 213-223
4– Schnaiter A, Stilgenbauer S. “17p deletion in chronic lymphocytic leukemia: risk stratification and therapeutic approach.” Hematol Oncol Clin North Am 27, no. 2 (2013): 289-301.
5 – American Cancer Society. Detailed guide: what is chronic lymphocytic leukemia. Available from:http://www.cancer.org/acs/groups/cid/documents/webcontent/003111-pdf.pdf. Accessed May 2015.
6 – Shaffer AL, Rosenwald A, Staudt LM. Lymphoid malignancies: the dark side of B-cell differentiation. Nat Rev Immunol. 2002;2(12):920-932.

Sobre a Janssen

Na Janssen nos dedicamos a estudar e solucionar algumas das mais importantes necessidades médicas não atendidas atualmente em oncologia, imunologia, neurociência, doenças infecciosas e vacinas, além de doenças cardiovasculares e metabólicas. Orientados pelo nosso compromisso com pacientes, trazemos produtos, serviços e soluções inovadoras para pessoas em todo o mundo.

Para saber mais, acesse: www.janssen.com.br

fmarques@jeffreygroup.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.