A partir de amanhã, exposição da Bienal Aberta convida visitantes a participar de processo criativo

ANI - baixa-1

O circuito da Bienal Aberta de Curitiba vai sediar uma ação bastante diferente no mundo da arte. A partir de amanhã (24), na Airez Galeria de Arte Independente, anexa a Caminhos do Chá, o artista visual Guilherme Zawa vai convidar as pessoas a participar do processo criativo que culminará na exposição gratuita “Autorretratos Não Intencionais”, a ser aberta no sábado (28). É um projeto que une arte e experimento social. A ideia é fazer com que os visitantes escrevam um texto ou gravem um áudio sobre alguém que não conheçam e que também esteja, naquele momento, na galeria ou na casa de chá ou, ainda, que tenha sido fotografado por Zawa. A pessoa poderá, por exemplo, contar o que imagina que se passa nos pensamentos e sentimentos do outro, e tudo mais que lhe ocorrer. O resultado vai acompanhar a exposição de fotografias produzidas com estratificação de camadas, técnica que é tendência na arte visual e que visa dar a ideia de movimento à fotografia. As imagens mostram momentos de pessoas flagradas por Zawa em ruas de diversas cidades, como Curitiba, Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai).

“Quando se fala do outro, está a se falar mais de si mesmo do que do outro. Por isso a exposição tem o nome ‘Autorretratos não Intencionais’. Dessa forma, isso é uma obra, uma exposição, mas também é um experimento social. Acredito que, ao final, teremos um resultado bastante interessante e que mesclará diferentes resultados e linguagens – imagem, texto e áudio – numa exposição multimídia, tendência mundial no universo da arte”, explica Zawa, que é reconhecido pela audácia e criatividade no desenvolvimento de projetos pelo Brasil e outros países.

Ainda na exposição, será lançado o livro de minicontos “Matéria Escura”, que também complementa os trabalhos acima citados. Na obra, Zawa reúne textos que escreveu diariamente, durante 30 dias, sobre um momento de alguém observado na rua. Entre os personagens curiosos estão um senhor que tenta ler um livro em frente a uma parede, um ex-produtor de grandes estrelas da música e um hare krishnanão muito devoto. Também estará disponível na exposição o diário em que Zawa conta toda a vivência desse inusitado projeto, narrando as percepções de se trabalhar retratando o outro e também a si mesmo. Com ele, Zawa espera contribuir para a deliberação do universo artístico.

A Galeria Airez fica localizada na rua Emílio de Menezes, 91, na esquina com a rua Inácio Lustosa, em Curitiba. O horário de funcionamento, na semana do evento, é de terça-feira a domingo, das 12h às 20h, com entrada gratuita. A exposição fica em cartaz até fevereiro de 2016.

Serviço

Exposição “Autorretratos Não Intencionais” e lançamento do livro “Matéria Escura”, de Guilherme Zawa

Data: participação de interessados no processo criativo da exposição: de terça (24) a sexta-feira (27) de novembro. Abertura da exposição no sábado (28). A exposição fica em cartaz até fevereiro de 2016.

Hora na semana do evento: de terça-feira a domingo, das 12h às 20h

 

Local: Galeria Airez Artistas Independentes – rua Emílio de Menezes, 91, na esquina com a rua Inácio Lustosa, anexa a Caminhos do Chá.

Entrada gratuita.

camilacastro@bemtevicomunicacao.com.br

ANI - baixa-2 ANI - baixa-4

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.