Websérie Sandero R.S. Race chega ao episódio final com disputa cheia de adrenalina

A websérie Sandero R.S. Race (www.sanderorsrace.com.br) chega a seu quinto e último episódio com muita adrenalina e um final emocionante. As equipes R e S disputarão o título no Autódromo Internacional de Curitiba, em uma prova onde os pilotos Tarso Marques e Antonio Pizzonia terão que pisar fundo e cruzar primeiro com o Sandero R.S. na linha de chegada. Vale lembrar: o brand lover da equipe vencedora leva um Sandero R.S. 2.0 para casa!


Antes de acelerar na pista, os participantes mostram seus conhecimento de mecânica em um Renault Minuto – rede de serviços de reparos rápidos que dá aos consumidores a qualidade de peças originais e a garantia de fábrica – e também visitam o Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR), onde a Renault fabrica o Sandero R.S. 2.0 – primeiro R.S. feito fora da Europa.


A websérie Sandero R.S. Race é um sucesso de público com mais de 8,2 milhões de visualizações no YouTube. Os quatro episódios anteriores tiveram pelo menos 1,2 milhão de visualizações, cada. No Facebook foram mais de 3 milhões de views. O trailer de promoção da série também teve números expressivos, com mais de 1,6 milhão de acessos no Youtube.


A competição tem duas equipes. Uma delas é formada pelo piloto Tarso Marques, pelo ex-CQC e repórter do “Encontro com Fátima Bernardes” Felipe Andreoli, pela jornalista Vanessa Ruiz e pelo fã da marca Murilo Barros. A outra equipe é composta pelo piloto Antonio Pizzonia, pelo humorista e criador do “Porta dos Fundos” Antonio Tabet, pelo jornalista Rodrigo França e pelo entusiasta da marca Silvio Moraes.


O roteiro explora o desempenho do Sandero R.S. 2.0 em manobras radicais gravadas em três diferentes pistas: Fazenda Capuava (SP), Velo Città (SP) e Autódromo Internacional de Curitiba (PR). Com muita adrenalina e boa dose de diversão, as equipes levam o novo Sandero R.S. 2.0 ao limite nas provas.


Canal da Renault no Youtube: https://goo.gl/u1mvOQ



SOBRE O SANDERO R.S. 2.0
Desenhado e desenvolvido pela Renault Sport, em conjunto com as equipes de design e engenharia da América Latina, o Sandero R.S. 2.0 é um legítimo esportivo. Com motor 2.0 aspirado, que entrega 150 cv e 20,9 kgfm com etanol, associado a um câmbio manual de 6 velocidades com relações curtas para maior esportividade, o “hot hatch” atinge a velocidade máxima de 202 km/h e vai de 0 a 100 km/h em apenas 8,0 segundos. O Renault Sandero R.S. 2.0 se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador, além de muito prazer na utilização diária.


Além do propulsor, as principais alterações em relação ao Sandero Dynamique são as novas regulagens de suspensão, o assistente de arrancada em subida (HSA), o sistema de freios a disco nas quatro rodas, o controle eletrônico de estabilidade (ESP) com regulagem específica R.S. e o sistema de direção eletro-hidráulica (EPHS), além dos três modos de condução que podem ser selecionados através do botão “R.S. drive”: Standard, Sport e Sport+ com o ESP desligado.


Por fora, as principais diferenças visuais ficam por conta dos novos para-choques (dianteiros e traseiros), rodas 205/45 R17, saias laterais, spoiler traseiro, dupla saída do escapamento, espelhos retrovisores na cor preta brilhante e inscrição R.S. abaixo do logotipo Renault na grade dianteira e também na tampa traseira.


Criada pela agência Neogama/BBH, a websérie é um projeto inédito, 100% digital, que usa narrativa de storytelling para explorar a performance do Sandero R.S. 2.0. 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.