Arquitetas da EFTM dão dicas de como planejar um armário que facilita a organização no dia a dia

Manter o armário bem organizado durante o dia a dia não é uma tarefa fácil, mas os problemas de desorganização podem ser evitados com um closet bem planejado. Confira as dicas das profissionais da EFTM Arquitetura para ter um móvel ou um espaço projetado para promover a organização.

Conhecendo o cliente

O primeiro passo é conhecer o que será armazenado no closet, e para isso é preciso saber quais as necessidades do cliente para aquele espaço. “Com relação a utilização de espaços com auxílio de prateleiras, gavetas e cabides, optamos por seguir a preferência do usuário, pois a intenção é usar o projeto a favor do seu cotidiano e não mudar sua rotina, considerando sempre a ergonomia do móvel de acordo com a estatura do cliente”, comenta Thalita Miyawaki, arquiteta da EFTM. Aspectos como o uso das roupas no dia a dia, o que é utilizado com mais frequência e como a pessoa gosta de armazenar as peças são questões que norteiam o projeto do closet, fazendo com que cada item tenha seu lugar e espaço de destaque.

Closet x armário

O planejamento também depende do gênero e da idade do cliente, visto que a quantidade, a qualidade e o estilo das roupas muda. O closet é um espaço fechado anexo ao quarto, geralmente próximo ao banheiro, organizado com prateleiras, cabideiros e sapateiras para armazenar roupas, calçados e acessórios. Em espaços pequenos, os armários convencionais são mais recomendados porque deixam o ambiente mais arejado e com mais claridade.

“Geralmente utilizamos o closet para casais ou pessoas que dividem o quarto, por ter espaço suficiente para a troca de roupa. É muito importante para as questões de intimidade e de organização que cada pessoa tenha seu próprio armário ou, pelo menos, uma quantidade de portas delimitada para cada um”, sugere a arquiteta da EFTM Erika Fukunishi. Para o solteiro, não há necessidade de ser um closet delimitado por paredes, afinal estará sozinho no quarto.

Inúmeras soluções

Depois de analisar cada cliente, é hora de escolher as melhores soluções para incluir no closet. As lojas Todeschini Juvevê e Alto da XV, por exemplo, lançaram com a coleção SER, neste ano, diversas novidades, acabamentos e complementos para agregar ao espaço, como gavetas internas baixas com trilho telescópico ou invisível, incluindo opções com ou sem chave, para todas as larguras, e modelo de prateleiras deslizantes com batente frontal e traseiro, também com opção de trilho telescópico ou invisível.

Tudo deve estar ao alcance do usuário. “É interessante colocar corrediças deslizantes, principalmente em prateleiras profundas, pois assim fica mais fácil visualizar o que há na segunda fileira”, explica Erika. Para isso, as lojas Todeschini Juvevê e Alto da XV disponibilizam o sistema deslizante suspenso Plus, com deslizar suave e silencioso, com amortecimento nas portas internas e externas. “Ele pode ser aplicado em portas em madeira e alumínio, e possui sistema anti-descarrilamento. A parte de encaixe é frontal, sem precisar desmontar o móvel para regular ou ajustar” contam Clair e Loizane Milani, casal de diretores das lojas.

O fundo de gavetas espelhado (metacrilato), com alças para remoção também é destaque. Os vidros e espelhos podem ser utilizados em detalhes decorativos ou funcionais, para visualizar as peças vestidas. Caso o cliente prefira ter praticidade e limpeza fácil, o ideal é usar madeiras e MDF, já que vidros e espelhos são mais fáceis de sujar, apesar de trazerem requinte e beleza para os quartos.

A troca de roupas para fazer a escolha certa e a pressa do dia a dia acabam fazendo com que as peças fiquem desorganizadas, mas com as dicas da EFTM Arquitetura e com as soluções da Todeschini Juvevê e Alto da XV ficou mais fácil planejar um armário ou closet bem organizado.

Sobre a EFTM Arquitetura:

Em 2013, as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki se uniram e fundaram a EFTM Arquitetura, escritório especializado em projetos de urbanismo, interiores e arquitetônicos. Jovens e cheias de ideais, as duas buscam atenção aos detalhes e desejos dos clientes para oferecer projetos funcionais, personalizados e agradáveis visualmente. Erika Fukunishi está formada desde 2010 pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo e é especialista em Construções Sustentáveis pela Universidade Tecnológica do Paraná. Thalita Miyawaki, também formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo, desde 2007, é especialista em Gestão Técnica do Meio Urbano pela mesma instituição.

Sobre a Todeschini Alto da XV e Juvevê

A Todeschini é uma das maiores fabricantes de móveis planejados da América Latina. Os produtos da marca, reconhecida por seu pioneirismo e pela constante capacidade de renovação, incluem móveis e complementos para ambientes personalizados de residências, empresas e hotéis. As lojas da Todeschini no Alto da XV e Juvevê – inauguradas respectivamente em abril de 2010 e dezembro de 2011 – trazem as novidades lançadas pela marca.

Serviço:

EFTM Arquitetura

Erika Fukunishi – CAU/PR nº A67408-7

Thalita Miyawaki – CAU/PR nº A53912-0

Rua Professor Paulo D’Assumpção, 132, Jardim das Américas – Curitiba (PR)

Site: www.eftmarquitetura.com

 

Todeschini Alto da XV

Endereço: Rua Pe. Germano Mayer, 560 – Alto da XV

Todeschini Juvevê

Endereço: Augusto Stresser, 371 – Juvevê

www.facebook.com/todeschinixvestresser

edelson@bgcomunicacao.com.br

Crédito Nenad Radovanovic

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.