Atividades culturais marcam mês da consciência negra

O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro e para destacar a importância da data a Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) promove, a partir desta quinta-feira, dia 05/11, o Mês da Consciência Negra. Mostras de filmes, exposições e apresentações de dança são algumas das atrações.
Na Biblioteca Pública do Paraná, a partir do dia 10 de novembro, estará em cartaz a exposição “Comunidades Quilombolas do Paraná”, de Fernanda Castro. Formada por 11 fotografias, reproduzidas em alta resolução, a mostra é resultado do trabalho de pesquisa da artista sobre a identidade cultural negra e suas raízes sociais nas comunidades quilombolas do Sutil e do Sítio dos Pretos, no Paraná. A mostra ocorre no Hall Térreo da BPP e segue até 11 de dezembro. A entrada é gratuita.
Outra atividade realizada na BPP será a mostra de filmes “Escritores Afrodescendentes no Cinema Brasileiro”. Durante todas as quintas-feiras do mês de novembro, sempre às 15h, o Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR) promove a exibição de filmes brasileiros que adaptaram para as telas obras de escritores brasileiros afrodescendentes. As sessões têm entrada gratuita. Confira a programação abaixo:
Dia 05/11 – Memórias Póstumas de Brás Cubas – direção de André Klotzel.
Adaptação do livro homônimo de Machado de Assis.
Dia 12/11 – Policarpo Quaresma, Herói do Brasil – direção de Paulo Thiago.
Adaptação do romance “Triste Fim de Policarpo Quaresma” de Lima Barreto.
Dia 19/11 – Macunaíma – direção de Joaquim Pedro de Andrade.
Adaptação de livro do mesmo nome, escrito por Mário de Andrade e considerado um marco da literatura modernista brasileira.
Dia 26/11 – Cidade de Deus – direção de Fernando Meirelles.
Realizado a partir de livro de Paulo Lins inspirado em fatos reais.
Além da mostra de filmes na BPP, o MIS-PR também exibirá, no dia 20 de novembro, às 15 horas, no Auditório Brasílio Itiberê, o filme “Preto no Branco – Negros em Curitiba”, com debate após a exibição. No mesmo dia, às 18 horas, na Lapa, ocorre a palestra e exibição comentada de “A Congada da Lapa pelo olhar de Vladimir Kozák”.
No Museu Oscar Niemeyer ocorre a projeção “O Haiti é aqui”, com fotografias de Brunno Covello, de 20 a 27 de novembro. O projeto fotográfico apresenta o recomeço da vida dos milhares de haitianos que vieram para o Brasil, depois que o terremoto de 2010 destruiu de forma avassaladora um país já afetado por problemas econômicos e políticos. O projeto, portanto, visa registrar os primeiros passos destes imigrantes em terras desconhecidas. Os sofrimentos, as conquistas, as novas relações criadas, as dificuldades para conseguir emprego, o preconceito, a religião, enfim, todas as complexidades enfrentadas pelos haitianos neste recomeço.
No dia 17 de novembro, às 17 horas, abre, no Museu Paranaense, a exposição “Negra Curitiba”. A mostra traz imagens de Curitiba, na visão da fotógrafa Socorro Araújo, em espaços historicamente ligados às mulheres negras na capital, relacionando imagens de pinturas de populações negras no século XIX.
Encerrando as comemorações, o Balé Teatro Guaíra se apresenta, no dia 27 de novembro, às 20h30, no Guairão. Serão encenadas as coreografias Orikis e Trânsito, ambas da coreógrafa baiana radicada no Rio de Janeiro, Ana Vitória. Orikis é inspirado na música de Vadji. Ana Vitória partiu do princípio de que ORI é cabeça e nela estão concentradas todas as características dos Orixás. O trabalho é calcado no ritmo e impulsionado pela exploração da temática ritualística. Já Trânsito trata da diversidade rítmica e formal. Sua fonte foram ritmos tribais de culturas distintas organizados pelo compositor Cláudio Dauelsberg – diversidade que também aparece na movimentação cênica, sempre linear e seca. A coreógrafa acredita que o trânsito é o movimento inexorável e que é impossível não se submeter a ele.
Serviço
Mês da Consciência Negra
De 05 a 27 de novembro de 2015
Programação completa: www.cultura.pr.gov.br
Biblioteca Pública do Paraná – Rua Cândido Lopes, 133. Centro – Curitiba – PR. (41) 3221-4900. Entrada gratuita.
Auditório Basílio Itiberê (anexo à Secretaria de Estado da Cultura) – Rua Cruz Machado, 138, Centro, Curitiba – PR. Entrada gratuita.
Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999. Curitiba – PR. (41) 3350-4400. Ingresso: R$9 e R$4,50.
Museu Paranaense – Rua Kellers, 289. Curitiba – PR. (41) 3304-3300. Entrada gratuita.
Teatro Guaíra – Rua XV de Novembro 971 – Centro. Curitiba – PR. (41) 3304-7900. Entrada gratuita.
<imprensa@seec.pr.gov.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.