Exercício físico na gestação: Pode ou não?

A gestação é um dos momentos mais especiais para as futuras mamães e por conta disso, os cuidados com o condicionamento físico são importantes para que elas possam desfrutar desse momento, sem passar por eventuais problemas. Para desfrutar de uma gestação mais confortável, a principal dica é não ficar parada. A prática de atividades físicas relacionada com bons hábitos alimentares é crucial para as gestantes, porém, a maior dúvida é sobre os exercícios permitidos neste período.

Segundo o ginecologista e obstetra Rodrigo Manieri Rocha, os exercícios mais recomendados são as atividades aeróbicas leves a moderadas, como caminhadas, natação, hidroginástica e atividades de desenvolvimento de força muscular leves como aulas de alongamento, pilates e ioga. “Estas atividades auxiliam na resistência muscular e condicionamento das gestantes. Além disso, elas também podem ajudar na diminuição de dores e tensões nas costas, ocasionadas pela gravidez e também o inchaço das pernas”, explica.

CUIDADOS

O especialista alerta que para a prática de exercícios é necessário o aval do obstetra e acompanhamento, também de um educador físico, dependendo do exercício que for realizado. Rodrigo alerta que as gestantes jamais devem fazer atividades em que haja risco de cair, levar impactos ou tenha que levantar pesos excessivos. “Os indicados são exercícios mais amenos. Lembrando que deve ser feito com cautela e interrompido imediatamente caso a gestante sinta falta de ar, tontura, dificuldade para andar e sangramentos”, alerta. “Por conta disso, o acompanhamento médico é essencial”, afirma.

OUTROS BENEFÍCIOS

Além disso, hábitos como esses também ajudam a manter o peso. Segundo Rodrigo, as mulheres devem ganhar de 9 a 12 quilos no máximo durante a gestação. Porém, ele alerta que o cálculo deve ser feito pelo obstetra. “Se possível, o cálculo também deve ser feito com base nas orientações do nutricionista. Tendo em vista que as necessidades nutricionais diferem para cada mulher”, explica.

Sobre a Unimed Costa Oeste

O Sistema Unimed foi criado em 1967 e hoje é composto por mais de 352 cooperativas médicas, que prestam assistência para mais de 20 milhões de pessoas em todo o Brasil. Com 30 anos de história, a Unimed Costa Oeste prioriza o compromisso com a vida, saúde e bem-estar dos seus clientes. Promove o desenvolvimento de atividades voltadas para a comunidade, com projetos de responsabilidade social por meio da dança, teatro e ações específicas para crianças, idosos, gestantes, hipertensos e diabéticos.

imprensa@vbeal.com.br

gestacao

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.