I Taiko Fest reúne admiradores da cultura japonesa e conquista novos fãs

Na plateia, os corações pareciam acompanhar o ritmo do Taiko. Por conta da vibração da música, as paredes e o chão do Teatro levavam o público a dançar quase que involuntariamente: as pernas seguiam o compasso da batida dos tambores japoneses. No rosto dos músicos, expressões de plena satisfação: foram 25 instrumentistas do grupo Zenshin Daiko, de Cascavel, e 25 do Ishindaiko, de Londrina. Mas era lá, nos assentos do Teatro Municipal de Cascavel, que o I Taiko Fest fazia sentido: a partir de cada canção, as pessoas entendiam porque o Taiko é a arte milenar que toca as almas.
Com o envolvimento total da plateia e dos músicos, o I Taiko Fest foi um verdadeiro sucesso! Na quarta-feira, 04, dois dias antes do show de tambores japoneses de percussão, os ingressos já estavam esgotados: entre os 399 bilhetes vendidos e 351 cortesias – divididas entre organizadores, membros da Associação Cultura e Esportiva de Cascavel, autoridades, patrocinadores e familiares de tocadores – o que se via do palco era um Teatro lotado capaz até de assustar alguns músicos mais jovens que estavam, pela primeira vez, diante de uma plateia.
Com números positivos e sorrisos espalhados por todos os cantos do Teatro, a promessa do Grupo Zenshin Daiko e, também, do Ishindaiko é que esse foi o primeiro de muitos festivais. “Enquanto não temos o próximo, nos aguardem no III Nipofest, que será no ano que vem”, anuncia um dos membros do grupo Ishindaiko. 
Camila Agner Souza Bueno

Todas as fotos são da Sandra Zama. 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu