Novembro Azul alerta para importância da prevenção do câncer de próstata

Chegou a vez dos homens. Depois do Outubro Rosa, a campanha Novembro Azul promove uma série de ações de conscientização voltadas para a saúde masculina. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, cerca de 69 mil novos casos de câncer de próstata são diagnosticados no país anualmente.  
            
Além do histórico familiar, sedentarismo, obesidade e má alimentação estão entre os fatores de risco para a doença.  Por isso, a partir dos 40 anos, os homens precisam se submeter anualmente aos exames fundamentais para o diagnóstico precoce do câncer: o exame de toque e o PSA.
            
Um dos marcadores tumorais mais solicitados pelos médicos em todo o mundo, o PSA (Dosagem do Antígeno Prostático Específico) também é útil para revelar inflamações ou traumas na próstata e o crescimento benigno da glândula “O PSA pode estar normal ou aumentado e a dosagem é realizada por amostra de sangue. Geralmente, até 4 ng/ml do antígeno no sangue é considerada uma taxa normal. Acima disso, o paciente realiza um novo teste de PSA e, eventualmente, deve fazer exames complementares para determinar a origem desse aumento”, explica Marcos Kozlowski, bioquímico e responsável técnico do LANAC – Laboratório de Análises Clínicas.
            
Em  novembro, o LANAC registra um aumento de 20% nas solicitações do exame de PSA. Porém, Kozlowski salienta que a taxa elevada desse antígeno indica um problema de funcionamento da próstata, mas não é suficiente para diagnosticar o câncer. “Por isso é necessário que os pacientes realizem exames complementares e consultem regularmente um médico de confiança”, adverte.
Sobre o LANAC
Há 22 anos, o LANAC – Laboratórios de Análises Clínicas se diferencia por se manter, com orgulho, como empresa 100% paranaense. Hoje, o laboratório oferece mais de dois mil tipos de exames, além de coleta domiciliar e assessoria científica para médicos e conta com mais de 280 colaboradores. Recebe exames de 25 laboratórios, atuando como laboratório de apoio. A sede central, com 1.200 m², é o maior centro de análises clínicas de Curitiba. Além da sede central, o LANAC mantém outros trinta postos de coleta na cidade. A empresa participa de testes de proficiência do Controle Nacional de Qualidade da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, com nota excelente desde 1992 e mantêm a certificação ISO 9001/2008 atualizada desde 2004.
Aline-IEME Comunicação

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.