Novembro Azul incentiva ao primeiro passo no combate ao Câncer de Próstata

Com o slogan “Dê o primeiro passo no combate ao Câncer de Próstata”, a

campanha de conscientização do diagnóstico precoce da doença deste ano

busca envolver ainda mais a população com o tema. Para atingir este objetivo,

durante todo o Novembro Azul, a Sociedade Brasileira de Urologia do Paraná

(SBU-PR) irá promover ações de divulgação sobre a saúde do homem e a

importância de se consultar com um urologista, trazendo a figura da mulher

como principal incentivadora. 

Silencioso, 69 mil homens por ano são diagnosticados com Câncer de Próstata

no país, mesmo assim, uma pesquisa recente da entidade aponta que 58% dos

homens paranaenses nunca se consultaram com um médico urologista e 45%

deles culpa a falta de motivos para uma visita ao especialista. 

 “O Câncer de Próstata é uma doença que apresenta sintomas em estágio

avançado, por isso é fundamental os homens, com mais de 50 anos de idade,

realizarem exames anualmente”, afirma o presidente da SBU-PR, o médico

urologista, Márcio Carvalho. 

 De acordo com a SBU-PR, a cada seis homens, um desenvolverá a doença,

mas o diagnóstico precoce aumenta em 90% o percentual de chances de cura.

Por isso, Márcio frisa a necessidade de se romper com o preconceito e buscar

como exemplo as mulheres, que frequentam o ginecologista com frequência

para se prevenir de doenças. 

 “O Câncer de Próstata irá atingir maior número de casos que o Câncer de

Mama, por exemplo, que estima a incidência de 57 mil, por isso precisamos

romper com a cultura que afasta os homens dos cuidados com a saúde e

buscar este apoio com as mulheres”, afirma Márcio Carvalho. 

 O exame 
 Quase 70% dos casos surgem após os 65 anos, mas o exame deve ser feito a

partir dos 50. Caso já exista histórico da doença na família, é necessário

começar a prevenção aos 45 anos de idade, principalmente os homens de raça

negra que, ainda sem explicação, apresentam maior incidência de câncer. 

 A partir dos 50 anos de idade, é preciso medir o PSA no sangue e fazer o

toque retal, pois em 20% dos casos a doença não aparece no exame

laboratorial e no exame do toque retal a porcentagem sobe para 40%. 

 Uma boa alimentação e a prática de atividade física podem ajudar a prevenir o

Câncer de Próstata, que aparece em menor incidência em países asiáticos,

que consomem menos gordura animal, por exemplo.

<karol.tragante@gmail.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.