Pequeno Príncipe sai às ruas para combater o câncer

Voluntários ocuparam as esquinas próximas ao maior hospital pediátrico do país, em Curitiba, para sensibilizar a população e arrecadar recursos para a área combate ao câncer infantojuvenil na ação + Vida: Juntos Somos +

A manhã nublada desta quinta-feira, dia 26, não atrapalhou em nada dezenas de voluntários da ação + Vida: Juntos Somos + que foram às ruas para divulgar a causa da saúde infantojuvenil e arrecadar recursos para o Serviço de Oncologia, Hematologia e Transplante de Medula Óssea (OHTMO) do Hospital Pequeno Príncipe.

Muitas cores e animação sensibilizaram os pedestres e motoristas que transitavam nas proximidades do hospital. Junto aos voluntários, eles atuaram como agentes transformadores da realidade de um dos serviços que mais demanda recursos no Pequeno Príncipe. Por ano, são realizados mais de 8 mil atendimentos ambulatoriais, 1.000 internações e 120 novos casos passam a ser tratados.

“Essa mobilização é extremamente importante. O câncer, quando diagnosticado precocemente, dobra as chances de cura. Apoiar essa causa é defender a vida. Ficamos muito felizes porque tivemos mais de 500 voluntários para a ação e a recepção nas ruas está sendo muito boa. Só podemos agradecer à população pelas doações e por todo apoio ao longo de toda nossa história. A ação continua nesta sexta e contamos mais uma vez com o apoio dos curitibanos”, fala a diretora executiva do hospital, Ety Cristina Forte Carneiro.

A vontade de fazer bem ao próximo estava estampada nos rostos sorridentes dos voluntários. A BaterAsa, bateria da Atlética de Sociais Aplicadas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), também marcou presença na ação.

<camila.mendes@hpp.org.br>

pp1
“Estou curtindo muito estar aqui. Esta é uma oportunidade legal para os jovens que, assim como eu, querem fazer voluntariado e não sabem como. Além disso, estamos conseguindo mobilizar grande parte da população que passa pelo Centro da cidade. Algumas pessoas pensam que o Pequeno Príncipe é um hospital com muito dinheiro, mas nem imaginam suas dificuldades. O mundo espera muito de nós. Precisamos colaborar com aqueles que precisam mais, dedicar algumas horas do nosso dia para isso.” – Matheus Penha
pp2
“Estou adorando participar do + Vida, porque gosto de trabalhos voluntários. O Hospital acertou em cheio com a ação, muitas pessoas estão se sensibilizando. Juntos, nós conseguimos fazer a diferença” – Maria Antonieta Hak

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.