Revezamento da tocha olímpica no Paraná envolve 22 municípios

O Paraná inicia oficialmente, nesta sexta-feira (20), os preparativos para receber a tocha olímpica dos Jogos Rio 2016. Acesa em Olímpia, na Grécia, onde a competição surgiu, a tocha passará por 22 cidades no estado.

Para acertar estratégias de logística, segurança e comunicação durante a passagem do símbolo olímpico, os 22 municípios, o governo estadual e o governo federal farão uma reunião em Foz do Iguaçu (PR), também nesta sexta-feira.

Além da capital Curitiba (foto), a tocha vai passar pelas seguintes cidades paranaenses entre junho e julho de 2016: Londrina, Arapongas, Maringá, Campo Mourão, Cascavel, Matelândia, Medianeira, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha do Itaipu, Foz do Iguaçu, Céu Azul, Santa Tereza do Oeste, Realeza, Francisco Beltrão, Pato Branco, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Araucária, Campo Largo, Ponta Grossa e Castro.

A equipe federal será encabeçada pelo ministro do esporte, George Hilton, acompanhado pelo subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo, Olavo Noleto, e representantes dos ministérios do Turismo, Defesa, Justiça, e do Comitê Rio 2016.

Atletas paranaenses olímpicos e paralímpicos também estarão presentes.

Incentivo ao Esporte e Turismo no Paraná

O governo federal empreendeu uma série de ações em parceria com o estado e municípios do Paraná para incentivar a prática de esporte e promover o turismo.  De 2003 pra cá, foram firmados 1,4 mil contratos para investimentos no setor turístico, totalizando R$ 469,4 milhões. Já no esporte, o incentivo federal passa pela construção de obras de infraestrutura ao auxílio na formação de atletas.

Os Programas Bolsa Atleta e Bolsa Pódio, por exemplo, patrocinam, pelo menos, 18 atletas paranaenses, o que corresponde a mais de R$ 8 milhões por ano.

Além disso, o governo federal repassou R$ 56 milhões para construção de 15 centros de iniciação ao esporte no estado, R$ 18 milhões para a construção de três pistas de atletismo em Maringá, Curitiba e Londrina, e recursos para munir o Centro de Excelência de Ginástica Artística (Cegin), em Curitiba, de equipamentos esportivos.

Centro de Canoagem em Foz do Iguaçu

O município de Foz do Iguaçu possui um dos dez melhores centros de canoagem do mundo. O Centro montado no Canal Itaipu é resultado de uma parceria entre o Ministério do Esporte, a Prefeitura de Foz, a Itaipu Binacional e a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa). O lançamento do espaço foi ano passado e recebeu investimentos de R$ 3 milhões do governo federal.

Foz do Iguaçu recebe também o projeto Meninos do Lago, que atende jovens com idade entre sete e 17 anos. A ação é patrocinada pela Itaipu Binacional, com parceria da Confederação Brasileira de Canoagem desde 2009.

O projeto será replicado no Peru como modelo de desenvolvimento da Canoagem Slalom.

 

SERVIÇO

Reunião de trabalho sobre revezamento da tocha olímpica no Paraná

Data: 20 de novembro de 2015

Hora: das 9h30 às 16h

Local: Hotel Bourbon Cataratas Convention – Rodovia das Cataratas, Km 2,5 número 2345 – Vila Yolanda, Foz do Iguaçu-PR

<regional.imprensa@presidencia.gov.br>

21041863-aeba-4309-8e20-3549de1aed37
A capital Curitiba será uma das cidades por onde a tocha passará

Foto:Jaelson Lucas/SMCS

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.