Super Feirão Limpa Nome Online da Serasa é prorrogado até dia 28/11

O site do Super Feirão
Online da Serasa (www.serasaconsumidor.com.br/superfeirao)
fica no ar até o próximo dia 28 de novembro, para mais consumidores com dívidas
em atraso aproveitarem os descontos e as condições especiais para renegociar
com seus credores. A prorrogação foi estabelecida devido ao recorde de acessos
e à alta procura. Apenas no primeiro dia do evento, foram realizadas 600 negociações por
minuto, com média de dez negociações por segundo. Números foram 43% superiores
à última edição do evento.
 Mais
de dois milhões de pessoas já buscaram renegociar suas pendências financeiras
na versão online do Super Feirão.
Para
participar, basta acessar www.serasaconsumidor.com.br/superfeirao e preencher
um cadastro. O consumidor será levado a uma página onde estarão listadas todas
as empresas com as quais ele possui alguma dívida pendente e que consta na base
de dados da Serasa.
Ao
escolher e clicar no nome da companhia surgirá uma página apresentando as
dívidas em aberto e os canais de atendimento disponíveis (telefones, e-mail,
chat). A partir daí, o consumidor pode entrar em contato diretamente com a
empresa para negociar possíveis descontos e condições de pagamento
diferenciadas – em alguns casos, um boleto pode estar disponível, a partir de
uma proposta feita pela própria empresa. Todas as propostas são apresentadas pelos
credores de forma individualizada. (Algumas empresas disponibilizam canais de
atendimento com horários específicos de funcionamento).
Com
o sucesso, novas empresas estão aderindo ao Super Feirão Online: agora são 64
participantes: Academia Olímpico, AES
Eletropaulo, Amazonia, Ana Paula Aparecida Barbosa Moveis, Ativos, Banco
Cetelem, Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, Banco do Brasil, Banco Fiat
S/A, Banco Industrial, Banco Itau BBA S/A, Banco Itaucard, Banco Itau leasing
S/A, Banco Pan, Banco Rodobens, Banrisul, Bradescard, Bradesco Cartões, BRB
Banco de Brasília, Cartão BRB, Cartões American Express, CD Distribuidora de
Produtos de Consumo (Eireli), Centro Educacional de Piraporinha, Claro, CNA
Vila Maria, Confecções Tucumã, CP7 Studio Fotográfico, Credsystem, Deva
Veículos, Ecapre Escola de Capacitação e Preparatório, Embratel, Farmácia
Santana, Financeira Itaú CBD S/A, Frei Caneca Materiais para Construção, Fundo
de Renegociação de Débitos, Gazin Atacado, GVT, Herval, Hipercard Adm Cartões
Crédito, Hipperfio Cabos Especiais Ltda, HSBC/Losango, Itaú, Itaú Unibanco
Financeira S/A, Itaucred, Leader Card, Losango, Luizacred S/A, Mercado Móveis,
MFH Clinica Odontológica Ltda, Millena Souza Santos, MZ Imobiliária, NET, Netion
Soluções em Internet Via Rádio, Novo Mundo, Pernambucanas, Porto Seguro
Cartões, Portocred, Recovery, Renova, Sicredi, Supermercado Bahamas,
Supermercados Cidade Canção, Unimarka Distribuidora, Vical, Vivo e Vox Populi
Comércio de Papeis Ltda – Epp.
Consumidor
deve se preparar antes
O consumidor deve se
preparar antes de negociar, seja presencialmente ou no site, colocando na ponta
do lápis todas as despesas fixas e as dívidas já assumidas ou previstas. Assim,
é possível saber quanto deve sobrar para pagar a nova dívida que será negociada
com a empresa (ou mais, se for o caso), escolhendo quais as condições e formas
de pagamento melhor se encaixam no orçamento.
“Na
hora da negociação, o consumidor deve analisar a proposta e, se não estiver de
acordo, é importante fazer uma contraproposta, até que ambos cheguem a uma
alternativa realista. O importante é que depois de renegociada, a dívida caiba
no bolso do cidadão”, diz o gerente de recuperação de crédito do
SerasaConsumidor, Raphael Salmi.
Comece
sua história positiva
No Feirão Limpa Nome de
São Paulo, os consumidores poderão abrir seu Cadastro Positivo, uma importante
ferramenta para proteger não só as empresas da inadimplência, mas também os
próprios consumidores do consumo imprudente. De uma vez só, o cidadão terá a
oportunidade de renegociar dívidas, regularizar sua situação financeira e, ao
entrar para a lista de bons pagadores, começar a construir sua história
positiva no mercado de crédito.
O Cadastro Positivo
reúne informações sobre histórico de pagamento e compromissos de consumidores e
empresas. Com ele, é possível medir a pontualidade de quitação das parcelas
vencidas e avaliar o risco de superendividamento. Á medida que as instituições
financeiras, varejistas e demais empresas consigam identificar os bons
pagadores, farão ofertas mais atraentes para eles. O cadastro e a permanência
do cidadão na lista dos bons pagadores são feitos de forma totalmente gratuita.

Mais
informações www.cadastropositivo.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.