Universidade Positivo é premiada por práticas inovadoras

A Universidade Positivo conquistou o primeiro lugar na categoria Ensino Superior no 1º Prêmio de Práticas Inovadoras em Educação promovido pelo Sindicato das Escolas Particulares do Paraná (Sinepe-PR). O Projeto Residência Pedagógica, desenvolvido pelo curso de Pedagogia desde 2013, coloca alunos na prática da sala de aula desde o primeiro ano da graduação. A iniciativa começou como forma de aproximar esses universitários da rotina escolar, ponto considerado crítico na formação de pedagogos no Brasil.

Semanalmente, os universitários acompanham a rotina escolar e, a cada 15 dias, reúnem-se com os professores supervisores em um momento de reflexão na universidade, quando discutem o que pode ser melhorado na escola e as boas práticas que podem servir de modelo para outras instituições de ensino.

“Com essa experiência, os graduandos conseguem levar exemplos de situações que viveram na escola para as aulas teóricas. Dessa forma, a participação é muito mais efetiva e produtiva, uma vez que eles também têm vivencias para compartilhar, facilitando a compreensão das teorias relacionadas à educação”, explica a professora Maísa Pereira Pannuti, uma das supervisoras do projeto.

Cada estudante de graduação permanece um ano na escola-estágio, o que possibilita a observação do ciclo letivo completo. Eles também conhecem de perto todos os períodos escolares: no 1º ano da graduação, fazem estágio na Educação Infantil; no 2º ano, acompanham classes de alfabetização; no 3º ano, estagiam em turmas de 4º e 5º anos; e no 4º ano têm contato com gestão escolar e espaços não escolares de atuação pedagógica. O estágio é realizado em turmas de Educação Infantil e Ensino Fundamental do Colégio Positivo e de escolas das redes municipal e estadual de educação, em Curitiba.

De acordo com a professora Liliamar Hoça, umas das supervisoras do projeto, o amadurecimento dos graduandos é impressionante. “Eles desenvolvem, desde o primeiro ano do curso, uma consciência crítica das práticas pedagógicas e pensam em melhorias que podem ser aplicadas em sala de aula”, diz. Além disso, a contribuição levada pelos estudantes enriquece o aprendizado. “Durante uma aula sobre consciência fonológica, uma das alunas contou que já havia vivenciado isso na prática com a professora da turma na qual faz estágio, para citar apenas um dos muitos exemplos de como esse projeto vem refletindo na sala de aula”, conta Liliamar.

Para o presidente do Sinepe-PR, Jacir Venturi, “o Projeto de Residência Pedagógica da Universidade Positivo é inovador e efetivo, pois permite aos alunos de Pedagogia um aprendizado que vai além da visão estritamente acadêmica, fazendo também as devidas conexões entre a teoria e a prática, não apenas como aplicação mas como experiência no real cotidiano da profissão. Mais uma bela iniciativa da UP em prol da excelência na educação”, destacou. A premiação aconteceu na última sexta-feira (13) e contemplou 12 instituições de ensino em quatro categorias: Educação Infantil e Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e Ensino Médio, Ensino Superior e Cursos Livres. Os projetos concorrentes deveriam abranger Inovação em Sustentabilidade, Inovação em Inclusão Social ou Inovação Pedagógica.

Sobre a Universidade Positivo
A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 54 cursos de Graduação (30 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 24 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. Em Curitiba, a UP conta com três campus: Ecoville, que ocupa uma área de 424,8 mil metros quadrados, Praça Osório, no centro da cidade, e Mercês – Catarina Labouré, este último dedicado ao curso de Enfermagem. Lançou, em 2013, seu programa de Educação à Distância, com dezenas de polos em todo o país. Segundo as avaliações do Ministério da Educação, é considerada uma das dez melhores universidades privadas do Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.