Vôlei: Copel Telecom/Maringá destaca a importância do esporte nas escolas

O projeto Escolinha de Vôlei, promovido pelo Copel Telecom/Maringá Vôlei em parceria com a rádio Maringá FM, promoveu o encontro dos atletas e da comissão técnica do time maringaense com os alunos do Colégio Estadual Dr. José Gerardo Braga, uma das primeiras escolas públicas da cidade.
Com a ausência do capitão Ricardinho, que estava no Rio de Janeiro junto com o ponteiro Thiago Sens e o técnico Horácio Dileo – onde o trio participou do lançamento da Superliga 2015/2016, coube ao levantador Thiago Gelinski o papel de porta-voz do time, falando sobre a preparação da equipe nesta temporada e convidando os estudantes para a estreia do Copel Telecom/Maringá Vôlei em casa, no dia 21 deste mês, às 10h30, contra o Sesi-SP, no Ginásio Chico Neto.
Após a conversa, atletas e alunos foram para quadra e se dividiram em dois times para um jogo recreativo. Em um primeiro momento, os estudantes se misturaram aos jogadores da equipe maringaense em times mistos. Depois, foi a vez deles se unirem para representar a escola, encarando o Copel Telecom/Maringá Vôlei do outro lado da quadra. No fim do encontro, os jovens aproveitaram para tirar fotos, pedir autógrafos e conversar uns minutinhos com os ídolos.
Um dos mais jovens do elenco maringaense, o central Michel Saraiva, de 21 anos, se divertiu com o encontro desta manhã. “É sempre bom receber o carinho da garotada, não faz muito tempo que eu estava do lado deles. O esporte é sensacional, ajuda os adolescentes a terem disciplina, saúde, responsabilidade, entre outros benefícios”, afirmou.
À vontade durante todo o jogo recreativo com os alunos, o meio-de-rede disse ainda não ter se acostumado com o assédio dos fãs para fotos e autógrafos. “Talvez eu nunca me acostume. Esse carinho e reconhecimento pelo nosso trabalho é tão mágico que nós ficamos sempre lisonjeados com toda a atenção que os torcedores têm conosco”, admitiu.
O Copel Telecom/Maringá Vôlei viaja nesta sexta (6) para Campinas, onde enfrenta o Vôlei Brasil Kirin, às 13h, no Taquaral, no jogo de abertura da Superliga 2015/2016. 
Texto Johnny Katayama
Fotos: Fernando Tanaka 
<decris.mga@gmail.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.